Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Publicações

Publicações

por Márcio Gallo publicado 07/04/2017 10h16, última modificação 07/04/2017 10h16

Publicações

A ética foi recolocada na agenda menos por seus aspectos benéficos do que pelas conseqüências perversas que sua falta gera. A falta de ética passou a ser reconhecida como conseqüência e causa da má governança e como risco à sobrevivência das organizações e do regime democrático.

 

Código de Conduta da Alta Administração Federal

Publicação 2007

 

Desvios Éticos

A falta de ética não distingue países ou organizações. Reconhecer esse problema, ao invés de escondê-lo sob o tapete, representa sinal de maturidade, que dá lugar à discussão sobre o que pode e deve ser feito para promover a ética. Ainda que exista uma relativa unanimidade em torno do objetivo da promoção da ética, esse consenso se dilui quando a questão se coloca no desenho e implementação de ações que se demonstrem suficientes para o alcance do objetivo definido.

Leia mais

 

Presentes e Brindes

Leia mais

 

Código de Ética Item XV, alínea (n)

Leia mais

 

Perguntas e Respostas

Leia mais

 

Encontros entre meios e fins - I

Problema e solução. Leia mais

 

Encontros entre meios e fins - II

Sobre o Código de Conduta da Alta Administração Federal. Leia mais

 

Encontros entre meios e fins - III

Experiência Internacional. Leia mais

 

III Seminário-Ética como Instrumento de Gestão

Leia mais

 

II Seminário-Ética como Instrumento de Gestão

Leia mais

 

I Seminário-Ética como Instrumento de Gestão

A preocupação com a ética pública ressurgiu com grande ênfase na agenda política das nações pelos efeitos perversos que resultam da sua falta, deixando de ser vista apenas como um problema moral e passando a ser percebida como ameaça à ordem econômica, à organização administrativa e ao próprio Estado de Direito. Leia mais

 

Livro do Cidadão

Leia mais

 

Cartilha sobre Assédio Moral

Leia a cartilha completa aqui