Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Amazônia Ocidental

Amazônia Ocidental

por Márcio Gallo publicado 10/04/2017 11h44, última modificação 10/04/2017 11h44

Composta pelos Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima, a Amazônia Ocidental detém 42,97% da extensão territorial da Amazônia Legal e comporta aproximadamente 57% das florestas da região, o que a torna a parte mais preservada da Amazônia, além de ser um estoque de biodiversidade sem igual no planeta.

Muitas espécies dessa região já são conhecidas no mundo, como a borracha natural, a castanha, o guaraná, o açaí e o cupuaçu. Outras espécies, destinadas principalmente ao uso alimentício e medicinal e para produção de combustíveis, estão em fase de desenvolvimento. Os recursos minerais também são abundantes na região e estão representados por grandes reservas de óleo e gás de petróleo; cassiterita; calcário; silvinita; caulim; argila; nióbio; tântalo; e agregados para construção civil (brita, areia e granito, entre outros).

Na Amazônia Ocidental, o investidor tem à disposição um leque de oportunidades que vão desde os agronegócios e o beneficiamento de matérias-primas regionais à biotecnologia e o Polo Industrial de Manaus. Há uma gama de produtos com viabilidade econômica comprovada por estudos científicos à espera de investimentos nos Estados e nas Áreas de Livre Comércio (ALCs).

 

Amazonas
O maior Estado do país em área física tem sua política econômica embasada na sustentabilidade, e por isso é responsável por preservar 98% da Floresta Amazônica, o que é possível graças à contribuição histórica do Polo Industrial de Manaus (PIM). No interior do Estado, a abertura de novas oportunidades de emprego e renda, com investimentos em áreas como a piscicultura, agroindústria e produção rural são cada vez mais frequentes. Entre as potencialidades da região estão o açaí, o amido de mandioca, o cupuaçu, o dendê, o guaraná, a exploração de plantas medicinais e de uso cosmético, além de produtos madeireiros.

Site Oficial: www.amazonas.am.gov.br

 

Acre
Com uma população de 632,1 mil habitantes, o Estado do Acre tem sua economia baseada principalmente no extrativismo. Entre as diversas potencialidades econômicas, destacam-se as produções de açaí, cupuaçu, dendê, guaraná, piscicultura e de produtos madeireiros, frutos da extração vegetal por meio de manejo florestal. O Acre é também um dos principais produtores de borracha do país, responsável por pouco mais de um quarto da produção nacional. A coleta de Castanha-do-Brasil é também uma atividade importante na economia local.

Site Oficial: www.ac.gov.br

 

Rondônia
Rondônia é o terceiro Estado mais rico da região Norte, responsável por 12,4% do Produto Interno Bruto (PIB) da Região. A agricultura, a pecuária, a indústria alimentícia e o extrativismo vegetal e mineral são as bases da economia rondoniense. Entre as potencialidades da região estão o amido de mandioca, o cupuaçu, o dendê, o guaraná e a piscicultura, além de produtos oriundos da extração de madeira.

O desenvolvimento das atividades agrícolas em Rondônia transformou a área em uma das principais fronteiras agrícolas do país e uma das regiões mais prósperas e produtivas do Norte brasileiro. Esse fator colocou o Estado na quinta colocação entre os maiores produtores de café do país. Outro setor que ganha destaque na economia rondoniense é a pecuária, tanto para área de corte quanto para finalidade leiteira.

Site Oficial: www.rondonia.ro.gov.br

 

Roraima
Roraima se encontra no extremo Norte e desponta como a mais nova fronteira de desenvolvimento da Região. Com duas estações climáticas bem definidas (chuvas entre abril e setembro e estiagem de outubro a março), revela sua vocação no setor agrícola e no ecoturismo. Hoje, Roraima é o segundo PIB per capita da Região Norte. Entre os potenciais econômicos da região estão o açaí, o cacau, o cupuaçu, o dendê, o guaraná, o palmito de pupunheira, a piscicultura e a exploração e comercialização de produtos madeireiros.

O estado de Roraima ainda é um corredor de grande importância para a integração comercial com o Caribe, através das fronteiras com a Venezuela e Guiana e também da ligação com o estado do Amazonas.

Site Oficial: www.rr.gov.br