Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > FIAM > IV FIAM

Notícias

IV FIAM

Uma das novidades do evento foi a Rodada de Negócios de Turismo. Na ocasião, participaram 48 empresas de vários Estados brasileiros.
publicado: 22/11/2016 12h45 última modificação: 22/11/2016 12h45

A quarta edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2008) superou as expectativas. Os resultados expressivos alcançados comprovam o sucesso do evento que cumpriu a contento o seu papel de divulgar o Pólo Industrial de Manaus (PIM) e a Amazônia Brasileira como destinos atrativos de investimentos sustentáveis. Realizada de 10 a 13 de setembro de 2008, o evento contou em sua abertura com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva e várias outras autoridades nacionais e locais.

Participaram 340 expositores em estandes de diversos segmentos: o industrial, representado pelos principais fabricantes do Pólo Industrial de Manaus (PIM), estandes institucionais (Estados e entidades de ensino, pesquisa e inovação), de ministérios do Poder Executivo, além de espaços que abrigaram as delegações do Equador, Chile, Colômbia, Portugal, Itália, Japão e as Câmaras de Comércio dos Estados Unidos e da Guiana Francesa.

A Rodada Internacional de Negócios, realizada pela SUFRAMA e organizada pelo Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX), gerou cerca de US$10 milhões. Participaram 22 empresas âncoras (compradoras) e 190 empresas flutuantes (ofertantes). Foram demandados principalmente peças do artesanato regional, produtos fitoterápicos e fitocosméticos, móveis e artefatos de madeiras, frutas regionais, alimentos e bebidas, extratos e óleos vegetais, corantes naturais, ervas medicinais e aromáticas.

Uma das novidades do evento foi a Rodada de Negócios de Turismo. Na ocasião, participaram 48 empresas de vários Estados brasileiros. Foram convidados 20 buyers (agência compradoras de pacotes). Participaram ainda quatro convidados indicados pela Secretaria de Planejamento do Amazonas (Seplan) e Amazonastur. A expectativa de negócios em médio e longo prazo de tempo girou em torno de US$ 5 milhões por ano.

Também merece destaque o I Salão de Projetos para Investimentos em Negócios Sustentáveis, uma iniciativa inovadora que propiciou a realização de mais de 50 reuniões entre investidores e idealizadores de projetos, entre empresas, institutos tecnológicos, instituições de ensino e pesquisa, bem como pesquisadores.

Na quarta Jornada de Seminários Internacionais sobre a Amazônia foram realizados 16 seminários em paralelo à Feira, com 302 palestras/painéis, onde atuaram 280 especialistas na condição de palestrantes, moderadores e relatores, e 2100 participantes. Na Jornada foram abordados temas relevantes para o desenvolvimento regional, como políticas públicas, energia, turismo, logística, valoração econômica da Amazônia, dentre outras.

A segunda edição da Mostra Regional de Trabalhos Técnico-Científicos contou com 69 trabalhos que tiveram como potencial originar ou fortalecer empreendimentos produtivos e/ou subsidiar políticas públicas.