Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > FIAM > VIII FIAM

Notícias

VIII FIAM

Ao longo dos quatro dias de FIAM, também foram organizadas reuniões entre potenciais parceiros dos setores produtivo e científico e financiadores, além de visitas técnicas de convidados especiais a indústrias e entidades da área de Ciência e Tecnologia do PIM.
publicado: 22/11/2016 12h46 última modificação: 22/11/2016 12h46

Com o tema “FIAM 2015. Invista no Futuro. Agora”, a oitava edição da Feira Internacional da Amazônia atingiu as expectativas da organização quanto à participação de público, geração de negócios, disseminação de conhecimentos e promoção de produtos e serviços da Amazônia, mesmo diante do cenário de dificuldades econômicas em todo o País.

A Rodada Internacional de Negócios, organizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae/AM) em parceria com a SUFRAMA, contabilizou US$ 17 milhões (R$ 64,6 milhões) em negócios, entre contratos imediatos e negociações para curto e médio prazo. O montante está de acordo com as previsões da autarquia, que tinha como meta repetir o desempenho da Rodada de Negócios da FIAM 2013 (US$ 17.6 milhões).

Durante os quatro dias da Feira – realizada entre os dias 18 e 21 de novembro de 2015 – 64,5 mil pessoas circularam nos três pavilhões (Maior, Plenária e Amazônico), conhecendo tanto as novidades produzidas pelas empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) quanto o trabalho de artesãos e produtores rurais e de fundações, institutos de pesquisa, federações, órgãos governamentais, bancos, países e Estados da área de abrangência da SUFRAMA, dispostos entre os 382 expositores do evento. A visitação de público teve incremento de 16% nesta edição em relação à FIAM 2013, quando aproximadamente 55 mil pessoas passaram pelos espaços de exposição.

A Feira também contabilizou a participação de 2.157 pessoas na Jornada de Seminários Internacionais, integrante da programação técnico-científica da FIAM 2015. Ao todo, foram realizados 15 seminários sobre temas estratégicos – como turismo, inovação tecnológica, competitividade, logística, comércio exterior, interiorização do desenvolvimento e setor primário, entre outros – focados no desenvolvimento da Amazônia. Esses números praticamente dobram o resultado obtido na Jornada de Seminários da FIAM 2013, quando foram realizados oito seminários com cerca de 1.200 participantes.

Ao longo dos quatro dias de FIAM, também foram organizadas reuniões entre potenciais parceiros dos setores produtivo e científico e financiadores, além de visitas técnicas de convidados especiais a indústrias e entidades da área de Ciência e Tecnologia do PIM.

A FIAM 2015 contou em sua programação com eventos pioneiros, potencializando, assim, o alcance de ações já tradicionais, como a Rodada de Negócios e a Jornada de Seminários, quanto à divulgação de produtos e serviços inovadores da Amazônia. Os maiores destaques desta edição ficaram por conta da realização do “I Demoday Amazonas” - cujo objetivo de promover a interação das empresas startups com investidores, estimulando o empreendedorismo, a inovação e a ativação de novos mercados- e do “Salão Gastronomia Abrasel” - que teve a proposta de reunir chefs, empresários e pesquisadores em mesa redonda que buscou discutir as potencialidades da gastronomia regional como forma de gerar novos negócios nas cadeias de turismo e de restaurantes.