Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 1º Salão de Projetos para Investimentos em Negócios Sustentáveis seleciona 22 trabalhos para agendamento de investidores

Notícias

1º Salão de Projetos para Investimentos em Negócios Sustentáveis seleciona 22 trabalhos para agendamento de investidores

Iniciativa é colocar frente a frente investidores financeiros e candidatos a investimentos, nos dias 11 e 12 de setembro, no Studio 5, em Manaus.
publicado: 03/09/2008 00h00 última modificação: 19/07/2016 18h00

Promovido pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) em parceria com o Banco da Amazônia, o 1º Salão de Projetos para Investimentos em Negócios Sustentáveis, a ser realizado durante a quarta edição da FIAM2008, selecionou os 22 projetos que farão parte da iniciativa pioneira da organização em colocar frente a frente investidores financeiros e candidatos a investimentos, nos dias 11 e 12 de setembro, no Studio 5, em Manaus.

Provenientes de 07 empresas e 03 instituições regionais (UEA - Universidade do Estado do Amazonas; INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e Fucapi - Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação), os projetos foram avaliados por uma comissão Multisetorial Avaliadora de Projetos, constituída por membros da Confederação Nacional da Indústria - CNI, Banco da Amazônia, Rede Nacional de Informações sobre Investimentos - RENAI, Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa - ABIPTI e SUFRAMA. Os projetos vão desde notebooks com apliques de madeiras da Amazônia, frutas regionais desidratadas, aproveitamento de água da chuva em instalações industriais, biojóias ecologicamente corretas, produção de móveis com madeira pupunha, entre outros. Destes, pelo menos 08 são patenteados.

O Salão tem como objetivo servir como ponto de encontro direto entre investidores, empresas, institutos tecnológicos, instituições de ensino e de pesquisa e de pesquisadores que tenham projetos ou produtos inovadores, em fase de testes ou prontos para gerar negócios. A idéia é que esta ação contribua para a geração de parcerias que permitam a continuidade dos projetos e o desenvolvimento de novos produtos e serviços para o mercado.

Ao todo, 45 projetos foram inscritos, sendo que os trabalhos passaram por três fases de seleção. Os critérios de avaliação incluíram inovação, interesse para o desenvolvimento sustentável da região amazônica e linhas de interesse (produtos regionais, produção, infra-estrutura e turismo). Segundo a coordenadora-geral de Desenvolvimento Regional da SUFRAMA (CGDER), Eliany Gomes, "os trabalhos apresentados ultrapassaram as expectativas e tivemos de dobrar o número de projetos selecionados".

O resumo de cada projeto, fotos e oportunidade de realizar seu agendamento estão disponíveis no site da SUFRAMA: http://www.suframa.gov.br/fiam/agendamento_projeto.cfm