Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Abraciclo homenageia SUFRAMA pelos serviços prestados à indústria de Duas Rodas

Notícias

Abraciclo homenageia SUFRAMA pelos serviços prestados à indústria de Duas Rodas

Apoio da autarquia colaborou com o desenvolvimento do segmento, que é um dos mais expressivos em faturamento, investimentos e geração de empregos no PIM.
por Márcio Gallo publicado: 14/07/2016 17h11 última modificação: 14/07/2016 18h22

Durante coletiva de imprensa para comemorar os 40 anos do setor de Duas Rodas do Polo Industrial de Manaus (PIM), a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) prestou homenagem à Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) pelo apoio da autarquia no desenvolvimento do segmento, que é um dos mais expressivos em faturamento, investimentos e geração de empregos no PIM.

O evento, realizado nesta quinta-feira (14) no hotel Caesar Business, em Manaus, contou com a participação do presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, do diretor executivo da Associação, José Eduardo Gonçalves, do superintendente da SUFRAMA, em exercício, Marcelo Pereira, e de representantes da indústria de Duas Rodas e da imprensa.

O reconhecimento da Abraciclo à SUFRAMA se deve ao trabalho realizado pela autarquia na implantação e no desenvolvimento do setor de Duas Rodas no País, o que permitiu ao segmento seu pleno estabelecimento industrial no Brasil ao longo das últimas quatro décadas. “Não poderíamos deixar de reconhecer a dedicação e o empenho de todos os funcionários da SUFRAMA, com os quais a Abraciclo tem parceria há 40 anos. É graças ao auxílio desses funcionários que o segmento de Duas Rodas representa um dos maiores faturamentos do Polo Industrial de Manaus”, anunciou José Eduardo Gonçalves, diretor executivo da entidade.

Sem poder estar presente ao evento, a titular da SUFRAMA, Rebecca Garcia, enviou mensagem em vídeo congratulando a associação e parabenizando todos os envolvidos no polo de Duas Rodas. “A participação de todos é fundamental para que os nossos resultados sejam esses que temos hoje, de empregos gerados, de renda e de desenvolvimento da região. Nós podemos dizer que os felizardos de vocês (entidade e associados) estarem aqui somos nós”, ponderou Rebecca.

O superintendente da SUFRAMA, em exercício, Marcelo Pereira, recebeu a placa comemorativa dada pela Abraciclo à autarquia e destacou a importância do polo de Duas Rodas do PIM, que gera empregos não apenas na região, mas em todo o País. “O fato de as indústrias estarem instaladas em Manaus não significa que os empregos do setor sejam gerados apenas aqui. Muitos dos postos de trabalho gerados em outras regiões do País são reflexos da atividade do PIM. Temos dados que comprovam isso”, afirmou o superintendente.

Além da Superintendência, a Abraciclo homenageou, ainda, dois personagens do setor de Duas Rodas do PIM: Wagner Martins, pela sua trajetória de mais de 20 anos dentro da empresa Moto Honda da Amazônia; e Paulo Takeuchi, que, ao longo de 38 anos de trabalho em prol do segmento de Duas Rodas, teve a oportunidade de presidir a Abraciclo entre 2004 e 2010.

Números
Durante a coletiva de imprensa, a Abraciclo ainda apresentou os números do setor no primeiro semestre deste ano, quando as empresas de Duas Rodas produziram 464.357 motocicletas, o que representa queda de 33,4% na comparação com o mesmo período de 2015 (697.540 unidades).

A comercialização de motos no atacado (para as concessionárias) também registrou retração. Entre janeiro e junho de 2016, foram vendidas 452.368 unidades, queda de 31,4% quando comparado ao primeiro semestre de 2015 (659.093). Já as exportações apresentaram alta de 70,7% no período, com 31.134 motos vendidas ao exterior. Segundo a Abraciclo, os dados refletem a recuperação da Argentina, um dos maiores consumidores da indústria de Duas Rodas brasileira.

“Com exceção das vendas externas, o resultado do semestre ficou aquém do esperado pela indústria de Duas Rodas. Desta forma, revisamos nossas projeções para baixo. Para o fechamento do ano, prevemos uma queda de 13,7% na produção, 14,3% no atacado e 16,7% nos licenciamentos”, disse Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Anúncios
Ainda durante o evento, a entidade anunciou duas novidades. A primeira foi o lançamento do Anuário da Abraciclo 2016, que contém diversas informações do setor, como um histórico da indústria de Duas Rodas no País, dados sobre os 40 anos da entidade e um panorama dos fatos mais importantes do segmento.

A segunda novidade foi o anúncio da abertura de um escritório da Abraciclo em Manaus. Com estudos avançados para a implementação de uma representação na cidade, a entidade – que hoje tem escritórios em São Paulo e Brasília – pretende se aproximar ainda mais dos associados e demais parceiros na região.