Você está aqui: Página Inicial > Notícias > AGC apresenta à SUFRAMA relatório preliminar de projeto de revitalização do DI

Notícias

AGC apresenta à SUFRAMA relatório preliminar de projeto de revitalização do DI

Segundo o superintendente da autarquia, Appio Tolentino, as reuniões técnicas periódicas entre as equipes da SUFRAMA, Prefeitura Municipal de Manaus e a empresa AGC visam à construção de um projeto de engenharia que alie rapidez na execução com respeito à legalidade.
publicado: 25/08/2017 14h27 última modificação: 25/08/2017 15h32

Com a presença do superintendente da SUFRAMA, Appio Tolentino, do prefeito de Manaus, Arthur Neto, e do vice-prefeito Marcos Rotta, profissionais da AGC Engenharia apresentaram nesta quarta-feira (23), na Sala das Adjuntas da autarquia, um relatório contendo resultados das inspeções e levantamentos de campo realizados pela empresa contratada para elaborar o projeto de revitalização das vias do Distrito Industrial (DI).

Segundo o superintendente da autarquia, Appio Tolentino, as reuniões técnicas periódicas entre as equipes da SUFRAMA, Prefeitura Municipal de Manaus e AGC visam à construção de um projeto de engenharia que alie rapidez na execução com respeito à legalidade.

O engenheiro projetista da AGC, Fernando Fortes, fez a apresentação do relatório contendo os resultados das inspeções realizadas entre os dias 26 e 28 de julho, no sistema viário do Distrito Industrial I de Manaus, visando à elaboração de uma primeira análise das condições superficiais dos pavimentos. “O levantamento de campo, incluindo serviços de filmagens de todas as vias, serviu também para a caracterização do sistema viário, sob os aspectos de tráfego, dimensões (extensões e seções transversais), tipo de pavimento existente e sistema de drenagem superficial. Também foram cadastradas todas as panelas (buracos) e levantados todos os pontos de afundamento de pista devido a problemas de má conservação”, detalhou.

O relatório também contempla as propostas de correção das patologias verificadas como a substituição de pavimentos flexíveis por pavimentos rígidos. “O Distrito Industrial não é homogêneo e, por isso, precisa de soluções individualizadas. No caso das ruas Danilo Areosa, Quixito, Jaguarão e segmentos da Acará, Açaí e Matrinxã, a melhor solução é a substituição integral das camadas de rolamento e base e, eventualmente, do subleito. Já para vias como Itaúba e Acesso, Javari e a Cupiúba basta o revestimento com a composição de Areia e Asfalto Usinado a Quente (AAUQ)”, explicou.

Projeto
O projeto de engenharia representa a contrapartida da Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) dentro do Termo de Compromisso nº 001/2016, firmado com a SUFRAMA, em dezembro do ano passado, visando à transferência de R$ 150 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para obras de Revitalização do Sistema Viário do Polo Industrial de Manaus (PIM). Os recursos são oriundos da dotação orçamentária incluída no orçamento de 2016 pela Emenda Parlamentar nº 71040014.