Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ampliar atuação no Acre em prol da sociedade é meta da Suframa

Notícias

Ampliar atuação no Acre em prol da sociedade é meta da Suframa

A iniciativa visa, dentre outros impactos positivos, à ampliação de postos de trabalho na região e o incremento das atividades industrial, comercial e de serviços, com aumento da renda gerada na região.
por Márcio Gallo publicado: 29/05/2019 17h31 última modificação: 29/05/2019 19h32

Os incentivos administrados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e que podem ser usufruídos por empresários do Acre geram impactos positivos ao Estado, com a ampliação de postos de trabalho na região e o incremento das atividades industrial, comercial e de serviços, com aumento da renda gerada na região. E para reforçar a importância destes benefícios, o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, reuniu-se nesta quarta-feira (29) com o presidente em exercício da Federação de Comércio do Acre (Fecomercio-AC), Marcos Lameira, e representantes da entidade para buscar uma maior disseminação das informações e elaborar ações para intensificar a atuação da Autarquia no Estado, bem como identificar oportunidades para o empresariado local.

O encontro contou com a participação do superintendente adjunto de Operações da Suframa, Luciano Tavares, da coordenadora regional da Autarquia em Rio Branco, Maria Thereza Alves, e da coordenadora-geral de Comunicação Social, Karlla Marinho. Estavam presentes, ainda, além do técnico da Coordenação-Geral de Comércio Exterior, Felipe Esteves e do servidor Paulo Lima, representantes da classe empresarial do Acre, que foram à Fecomércio para ouvir as propostas da Suframa e apresentar demandas do setor.

Durante a reunião, o superintendente afirmou que é preciso reforçar empresariado a segurança jurídica própria do modelo - baseado constitucionalmente e prorrogado até o ano de 2073 - para que sejam estimulados investimentos necessários à geração de efeitos positivos tanto ao empresário quanto à sociedade. A Suframa, por sua vez, também poderá retomar os investimentos outrora realizados por meio de convênios a partir do andamento das reformas que vêm sendo discutiras no âmbito do governo federal. Para tanto, todo o apoio será necessário. "Nossa vinda ao Acre atendeu a convite feito pelo governo do Estado e vimos que o pensamento de se promover o desenvolvimento local é mútuo. Mas precisamos atuar em conjunto não apenas com o governo, mas com as federações locais, os Sebrae, as instituições como a Câmara de Dirigentes Lojistas e a Fecomérico para firmarmos parcerias e caminharmos juntos na construção de um Estado melhor", afirmou Menezes.

O presidente em exercício da Fecomércio-AC, Marcos Lameira, disse que ainda há muito desconhecimento sobre os benefícios da Zona Franca de Manaus no Acre, o que precisa ser revertido para o pleno sucesso das atividades no Estado. "Identificamos uma falta de conhecimento pleno do que a Zona Franca pode fazer pelos empresários da região. Sobre o que é a Zona Franca de Manaus e quais seus benefícios, como o da Zona Franca Verde e aqueles destinados à Amazônia Ocidental e às Áreas de Livre Comércio", destacou. "A ZFM é um dos maiores e melhores modelos de desenvolvimento socioeconômico do mundo. Poucos sabem disso. O desconhecimento é tão grande que não adianta se estabelecer concessões e benefícios se não levarmos a informação para a sociedade", complementou.

O superintendente Alfredo Menezes concordou e afirmou que "estamos aqui para identificar meios de melhor agir na região, otimizar nossos procedimentos internos e nos colocar à disposição da sociedade e dos entes já citados para ampliar o número de beneficiados, o que com certeza terá impactos cada vez mais positivos".

Parceria
Após uma apresentação feita pela Suframa aos presentes com as propostas da Autarquia, foi firmada uma parceria com as entidades de classe locais para se criar um projeto sobre educação fiscal junto aos empresários, com atuação em três eixos: Brasileia/Epitaciolândia, Cruzeiro do Sul e Rio Branco, com apoio da Coordenação Regional e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae-AC) e as federações regionais.

A iniciativa contará com abordagens sobre como realizar o cadastro de empresas para usufruto dos benefícios concedidos nas áreas incentivadas e diferenças entre incentivos da Zona Franca de Manaus, Amazônia Ocidental e Áreas de Livre Comércio. Os temas serão tratados pro servidores da Suframa que se deslocarão para capacitar empresários, num curso com cinco dias de duração.

"Esses projetos desenvolvidos em parceria com as federações, governo do Estado e demais entidades de classe são fundamentais para que tenhamos sucesso", afirmou a coordenadora Maria Thereza.

registrado em: , ,