Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Aprovação de novos investimentos marca aniversário de 42 anos do modelo ZFM

Notícias

Aprovação de novos investimentos marca aniversário de 42 anos do modelo ZFM

A aprovação de uma pauta com 53 projetos industriais e de serviços, correspondente a um investimento total de US$ 315,7 milhões marcou as comemorações dos 42 anos da SUFRAMA e do modelo Zona Franca de Manaus.
publicado: 06/03/2009 00h00 última modificação: 01/07/2016 19h16

A aprovação de uma pauta com 53 projetos industriais e de serviços, correspondente a um investimento total de US$ 315,7 milhões marcou as comemorações dos 42 anos da SUFRAMA e do modelo Zona Franca de Manaus nesta sexta-feira (dia 6). Na sua 237ª reunião, o Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) concedeu incentivos fiscais a 18 projetos de implantação e 35 de ampliação, atualização e diversificação, que juntos projetam a criação de 1.173 novos postos de trabalho e exportações de US$ 113,5 milhões no terceiro ano de instalação das referidas linhas de produção.

Após a reunião do Conselho, a direção da autarquia premiou empresas de destaque do Polo Industrial de Manaus (PIM) e colaboradores da SUFRAMA com o Prêmio Cunhantã. Da indústria, receberam o prêmio a Nokia do Brasil Tecnologia (categoria Maior exportadora), Recofarma Indústria do Amazonas (Maior saldo positivo na balança comercial), Exnama – Extratos Naturais da Amazônia (Maior índice de faturamento externo), Yamaha da Amazônia (Maior geradora de emprego e Maior índice de permanência de mão-de-obra) e a Mota Honda da Amazônia (categoria Maior empregadora). Na ocaisão a autarquia também lançou a quinta edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2009), que a partir deste ano, em novembro, acontece em anos ímpares.

O volume expressivo de novos empreendimentos interessados em se instalar no Polo industrial neste momento de crise econômica foi destacado pelas autoridades presentes à reunião do Conselho. Na avaliação do secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ivan Ramalho, a reunião do CAS mostra a condição favorável do País para atravessar o momento de crise. O superintendente em exercício da SUFRAMA, Oldemar Ianck, acrescentou que a pauta diversificada aprovada pelo Conselho fortalece o PIM.

O governador Amazonas, Eduardo Braga, afirma que está otimista pelos resultados alcançados pelo Polo em 2008 (faturamento histórico de US$ 30,1 bilhões, exportações de US$ 1,174 bilhão e 100,3 mil empregos diretos), pelos novos projetos industriais aprovados na primeira reunião de 2009, mas ressalta que é preciso ampliar o pacote anti-demissão que firmou com fabricantes de motocicletas e estender esse tipo de medida aos outros segmentos, como o eletroeletrônico. “Estamos confiantes que poderemos mais uma vez fazer uma parceria com o Governo Federal, como foi na redução do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para a venda de motos e assim darmos novo fôlego à indústria no atual cenário de restrição de crédito ao consumidor”.

Logística
Aos conselheiros, Braga informou que o Estado assinará na próxima segunda-feira, dia 9, a ordem de serviço para o início da total revitalização do sistema viário do Distrito Industrial. Segundo Braga, a meta do Estado é até dezembro concluir o trabalho e que a via que liga a rotatória da SUFRAMA ao Porto da Ceasa, correspondente ao início da BR-319 (Manaus-Porto Velho) receberá investimento estadual, via Região Metropolitana. Como interveniente no convênio entre a SUFRAMA e o Centro da Indústria do Amazonas (Cieam), o Estado recuperará 45 quilômetros de ruas no PIM.

O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, ressaltou a maturidade do modelo ZFM e que esta condição, aliada à decisão do Governo Federal em fortalecer ainda mais o PIM, será decisiva para que os investimentos e empregos sejam preservados no atual cenário econômico adverso. “Os novos projetos industriais e os novos postos de trabalho que serão criados, diretos e indiretos, entusiasmam. Apesar da crise, os empresários estão apostando no Polo Industrial de Manaus”.