Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assembléia aprova contas e relatório de atividades do CT-PIM

Notícias

Assembléia aprova contas e relatório de atividades do CT-PIM

Durante a reunião também ocorreu a entrega do Certificado de Associado e Membro Fundador da Associação.
publicado: 24/03/2009 00h00 última modificação: 01/07/2016 19h05

Associados do Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação do Pólo Industrial de Manaus (CT-PIM) reuniram-se nesta terça-feira (24/3), no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), em Assembléia Geral Ordinária dos Associados para homologar as contas e o Relatório Anual de Atividades, referentes ao ano de 2008, bem como para debater outros assuntos de ordem geral.

Durante a reunião também ocorreu a entrega do Certificado de Associado e Membro Fundador da Associação. Logo após, foi feito um brinde alusivo à participação do CT-PIM na quarta edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2008). Na abertura da Feira, o CT-PIM, em parceria com o Amazon SAT e a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), realizou a primeira transmissão de sinal digital de televisão em alta definição, da TV aberta na Amazônia.

Atualmente, um dos projetos que o Centro de Ciência e Tecnologia está desenvolvendo conta com a parceria de uma empresa estrangeira para o desenvolvimento de transmissor de sinal digital terrestre (set-top Box), para transmissões realizadas nos moldes e parâmetros brasileiros.

Instituído a partir de projeto idealizado pela SUFRAMA, em 2003, o CT-PIM vem contribuindo para a formação e treinamento de pessoal em microeletrônica e para o fortalecimento da competência regional em laboratório, design, caracterização, confiabilidade e validação de circuitos integrados (chips). As áreas de atuação do CT-PIM foram estabelecidas de acordo com os desafios e demandas tecnológicas do Pólo Industrial de Manaus (PIM). Ao todo foram eleitos 54 projetos prioritários para execução em médio e longo prazo. Quatro desses projetos encontram-se em desenvolvimento: a instalação da Unidade de Gestão Estratégica (UGE), o projeto de microsistemas e os projetos de inteligência competitiva e de empreendedorismo. Os demais serão executados através de um processo de planejamento que abrange os próximos 15 anos.