Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Avanços do teletrabalho são apresentados durante videoconferência

Notícias

Avanços do teletrabalho são apresentados durante videoconferência

Suframa foi autorizada, por meio da Portaria nº 368/2020, a instituir esta modalidade de trabalho, em caráter de experiência-piloto, tão logo seja encerrado o trabalho remoto atualmente em vigência em decorrência da pandemia da Covid-19.
por Diego Queiroz publicado: 21/05/2020 18h08 última modificação: 21/05/2020 19h08

Servidores de diversas unidades administrativas da Suframa assistiram nesta quinta-feira (21), por meio de videoconferência, a uma palestra realizada pelo analista de Comércio Exterior do Ministério da Economia (ME), Milton Takano, sobre a experiência do ME na implementação do teletrabalho e os desafios enfrentados por gestores e servidores na utilização desta nova ferramenta de trabalho.

A palestra – que faz parte do programa de gestão de riscos do teletrabalho – ocorreu um dia após a publicação da Portaria Suframa nº 368/2020, que institui e regulamenta o teletrabalho, em caráter de experiência-piloto, inicialmente em três unidades da Autarquia: Coordenação-Geral de Gestão Tecnológica (CGTEC), Coordenação-Geral de Modernização e Informática (CGMOI) e Grupo de Trabalho Permanente para análises de recursos administrativos apresentados ao Superintendente pelas empresas com obrigações de investimento em P&D.

Durante a palestra, Takano discorreu sobre os diversos passos adotados pelo Ministério da Economia – à época ainda Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) – para a implementação do teletrabalho em caráter experimental e citou resultados positivos alcançados com a medida, entre os quais a redução do número de dias de afastamentos de servidores (que gerou economia superior a R$ 30 mil para a administração pública em decorrência do melhor aproveitamento da força de trabalho), e ganho de produtividade médio de aproximadamente 60% em todas as áreas que aderiram à ferramenta.

De acordo com o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da Suframa, Alcimar Martins, a publicação da Portaria nº 368, realizada nesta semana, permitirá à Suframa iniciar o projeto piloto do teletrabalho nas três unidades mencionadas tão logo seja encerrada a modalidade de trabalho remoto atualmente em vigência, em decorrência da pandemia da Covid-19, e normalizado o expediente na Autarquia, o que está previsto para a segunda quinzena de junho. “Vejo o teletrabalho como uma grande conquista da Suframa. Verificamos hoje que diversos servidores estão se aposentando, sendo transferidos ou pedindo desligamentos e afastamentos, e nossa força de trabalho está cada vez menor. Precisamos, portanto, de mecanismos para que o trabalho possa ser cumprido e haja melhoria da produtividade da Suframa e efetividade das ações. O teletrabalho é uma dessas ferramentas”, afirmou Martins.

registrado em: ,