Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS analisa pauta de US$ 512,5 milhões na segunda reunião do ano

Notícias

CAS analisa pauta de US$ 512,5 milhões na segunda reunião do ano

A reunião ocorre nesta quinta-feira (28), às 15 horas, na sede da autarquia, e será presidida pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho.
publicado: 27/05/2009 00h00 última modificação: 28/06/2016 12h12

Com um total de 45 projetos industriais e de serviços, investimentos totais em torno de US$ 512,5 milhões e investimentos fixos de aproximadamente US$ 90,8 milhões, a pauta da 238ª Reunião do Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) mostra que o Polo Industrial de Manaus (PIM) mantém-se atrativo para novos empreendimentos. A reunião ocorre nesta quinta-feira (28), às 15 horas, na sede da autarquia, e será presidida pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho.

O montante supera os investimentos dos projetos aprovados na reunião ocorrida no último mês de março (globais de US$ 315,7 milhões e fixos de US$ 84,772), embora os valores sejam inferiores aos aprovados nas demais reuniões de 2008. As novas linhas de produção prevêem geração de 920 novos postos de trabalho, além de garantir a manutenção de cerca de 1,8 mil empregos e ainda exportações de US$ 196,7 milhões num prazo de três anos.

Entre os projetos de implantação estão os das empresas JVC do Brasil, para produção de câmera de vídeo e autorrádio com toca-discos digital a laser; NCR, para fabricação de dispensador de cédulas (papel-moeda); Santa Terezinha Indústria de Isoladores da Amazônia, para produção de isolador elétrico de transmissão/distribuição de energia e Amazonbio, para produção de água de colônia, creme nutritivo para a pele e óleo aromático para banho. Também há projetos de prestação de serviços em transportes de veículos e para coleta de resíduos sólidos.

Destacam-se, dentre os projetos de ampliação/atualização: Eletrolux da Amazônia (condicionador de ar tipo split); Pace Brasil (receptores de sinal de TV); e Ceras Johnson (odorizador de ambiente e repelentes); e dentre os de diversificação: Ecopack Embalagens (placas de circuito impresso para uso em informática); Foxconn do Brasil (modulador/demodulador rádio-modem); H-Buster da Amazônia (placas de circuito impresso e microcomputador portátil); Unicoba (máquina de selecionar e contar cédulas); HDL da Amazônia (disjuntor); Digiboard Eletrônica (conversor para notebook e subconjunto para TV de cristal líquido).

Avaliação
Para o superintendente adjunto de Projetos da SUFRAMA, Oldemar Ianck, o número de projetos apresentados nesta reunião está dentro da faixa média das outras reuniões do CAS, que costumam ter acima de 40 propostas submetidas ao Conselho. “Além disso, esta pauta traz projetos importantes, como os da JVC e da NCR, empresas de capital estrangeiro que estão se implantando no parque industrial de Manaus e que vêm corroborar a confiança dos investidores no PIM”.

Ele também chama a atenção para o viés tecnológico, a exemplo dos produtos da NCR e Unicoba, que agregam inovação na área de automação bancária e fortalecem o segmento de informática. Também os projetos para produtos aplicados nos sistemas elétricos, da HDL e da empresa Santa Terezinha, segundo Ianck, merecem destaque. O primeiro, por se tratar de diversificação da produção, e o segundo por ser uma nova unidade produtiva, ambos dentro de um subsegmento novo que está crescendo no parque de Manaus.