Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS analisará pauta com investimentos globais de mais de US$ 500 milhões

Notícias

CAS analisará pauta com investimentos globais de mais de US$ 500 milhões

Pauta contém 46 projetos industriais foram analisados pela SUFRAMA para serem submetidos ao Conselho de Administração, sendo 16 de implantação e 30 de ampliação, atualização e diversificação.
publicado: 25/02/2010 00h00 última modificação: 09/05/2016 16h54

Um total de 46 projetos industriais foram analisados pela SUFRAMA para serem submetidos ao Conselho de Administração, sendo 16 de implantação e 30 de ampliação, atualização e diversificação, que somam investimentos globais da ordem de US$ 527,542 milhões e US$ 146,830 milhões em investimentos fixos, com perspectiva de exportações de US$ 6,092 milhões a partir do terceiro ano de implantação e geração de 1.121 novos empregos diretos.

Segundo o superintendente adjunto de Projetos da Suframa, “o número de projetos e o volume de investimentos previstos para a próxima reunião do CAS deverá suplantar o total de investimentos globais aprovados na reunião realizada em março de 2009, que foi de US$ 304,771 milhões, retornando à média de número de projetos aprovados nos últimos três anos, com investimentos um pouco acima de US$ 500 milhões”.

Dentre os projetos de implantação estão os das empresas Philips, para fabricação de telas de cristal líquido para TV e monitor de computador; Cardnet, para produção de cartão impresso inteligente; Estaleiro Santa Rosa, para construção de barcos empurradores, balsa flutuante e embarcações para transporte de pessoas e mercadorias; Cairu PMA, para bicicletas de câmbio; EPA, para produção de chapas, folhas, tiras e películas de plástico; Nasser Indústria e Comércio, para confecções de tecido; e Horizonte Móveis, para fabricação de móveis de madeira.

Também se destacam os projetos de diversificação das empresas SGW – brinquedos mecânicos e eletromecânicos; Scorpion – unidade removível de refrigeração para máquinas expositores de uso comercial; Unicoba da Amazônia – aparelhos receptores de posicionamento global por satélite (GPS); LG Eletronics – fornos de microondas e autorrádios com DVD; Sony do Brasil - rádios digitais; Hitachi Ar Condicionado – evaporadores e condensadores de ar; Essilor – lentes orgânicas; Procomp – monitores de vídeo com tela de LCD e subconjuntos para terminais de autoatendimento; Digiboard – dispositivo de cristal líquido para TV e monitor de vídeo; Formapack Embalagens Plásticas – matérias plásticas recicladas sob forma triturada; J. Toledo da Amazônia – motores de popa e quadriciclos.

As empresas Positivo Informática, Panasonic do Brasil e Orbisat aprsentam projetos de ampliação e atualização de seus projetos para produção de microcomputadores portáteis, TV com tela de LCD e receptores de sinal de TV via satélite.