Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS aprova investimentos globais de US$ 98,2 milhões em sua 240ª Reunião Ordinária

Notícias

CAS aprova investimentos globais de US$ 98,2 milhões em sua 240ª Reunião Ordinária

Foram analisados e aprovados 31 projetos industriais e de serviços.
por Diego Queiroz publicado: 23/09/2009 00h00 última modificação: 24/05/2016 11h27

O Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) aprovou nesta quarta-feira (23), em sua 240ª Reunião Ordinária, 31 projetos industriais e de serviços que juntos somam US$ 98,2 milhões em investimentos globais e US$ 24,4 milhões em investimentos fixos. Os novos projetos prevêem, ainda, a criação de 556 novos empregos após o terceiro ano de implantação das linhas de produção.

A reunião, presidida pelo secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ivan Ramalho, contou com a presença da superintendente da SUFRAMA, Flávia Grosso, do secretário de Fazenda do Estado do Amazonas, Isper Abrahim, e demais representantes das classes produtiva, comercial, trabalhadora e órgãos governamentais.

De acordo com o secretário executivo do MDIC, Ivan Ramalho, os projetos aprovados na reunião desta quarta-feira comprovam a ênfase em investimentos dentro do Polo Industrial de Manaus (PIM) para produção de bens de alto valor agregado, concentrados em áreas de elevada tecnologia. “Temos uma previsão de mais de 500 novos empregos a serem gerados pelos projetos aprovados nesta reunião, bem como qualidade e diversidade na pauta de novos investimentos, o que só vem fortalecer ainda mais o Polo Industrial”, disse Ramalho.

O secretário destacou ainda a missão comercial realizada na semana passada ao Japão e à Coréia do Sul, liderada pelo MDIC e com participação de representantes da SUFRAMA, em que verificou o interesse crescente de empresários dos dois países em realizarem investimentos no Brasil e, mais especificamente, na Zona Franca de Manaus. “O Brasil nos dois últimos anos saiu da 22ª posição para a oitava posição entre os países que mais têm recebido consultas de investidores japoneses, muitas delas seguramente em relação ao Polo Industrial de Manaus. Neste momento, existem cerca de 20 novos importantes investimentos em gestação naqueles países que serão feitos no Brasil”, assegurou Ramalho, destacando que alguns poderão ser destinados à ZFM.

Segundo a superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Grosso, o número reduzido de projetos de investimentos apreciados nesta reunião, em comparação a reuniões anteriores do Conselho, é conseqüência principalmente de problemas técnicos e operacionais, como quedas constantes de energia elétrica e falhas de Internet, que dificultaram a análise em tempo hábil de todos os projetos apresentados. “Não houve queda na demanda por investimentos no Polo Industrial de Manaus”, ressaltou a superintendente.

Entre os projetos aprovados na reunião desta quarta-feira, os mais significativos em volume de investimentos são os das empresas Pelmex da Amazônia, para fabricação de colchões, travesseiros e camas, com investimento total no valor de US$ 13,7 milhões; Bureau Comercial, para fabricação de caixa e cartonagem, no valor de US$ 3,1 milhões; e Greif Embalagem Indústria do Amazonas, para fabricação de laminado de ferro, no valor de US$ 9,9 milhões.

Além desses, há projetos inovadores como o de implantação da empresa SGW Importação e Comércio de Dispositivo de Locomoção Individual, no valor de US$ 1,8 milhão, voltado à produção do Multi i2, um equipamento de transporte em duas rodas que é utilizado, por exemplo, por seguranças de shopping centers. O produto será fabricado de forma pioneira no Brasil dentro do Polo Industrial de Manaus.

As próximas reuniões do Conselho de Administração da SUFRAMA estão marcadas para ocorrer nos dias 5 de novembro e 12 de dezembro deste ano.