Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS aprova US$ 1.18 bilhões em investimentos

Notícias

CAS aprova US$ 1.18 bilhões em investimentos

Foram aprovados 50 projetos industriais e de serviços, com a previsão de gerar 1.359 novos postos de trabalhos no Polo Industrial de Manaus.
publicado: 28/06/2012 00h00 última modificação: 18/03/2016 16h57

O Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) aprovou nesta quinta-feira, 28, 50 projetos industriais e de serviços que somam US$ 1.18 bilhão em investimentos, com a previsão de gerar 1.359 novos postos de trabalhos no Polo Industrial de Manaus (PIM). O resultado da reunião foi comemorado pelo ministro interino do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alessandro Teixeira, que presidiu a reunião. “Foram aprovados projetos interessantes que geram novos empregos o que é muito bom, no momento em que o mundo passa por uma crise. (A aprovação) é uma coisa esplêndida para a região e para o País”, afirmou.

O ministro interino destacou as ações que o governo federal tem adotado para fortalecer o modelo Zona Franca de Manaus, o que comprova o comprometimento com a atividade econômica da região. Entre as medidas adotadas que atendem ao pleito de setores específicos do PIM estão o fim de vantagens no Imposto sobre Circulações de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o aumento das alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para motocicletas e fornos microondas produzidos fora da ZFM ou importados. Outra medida é a determinação de priorizar a indústria nocional nas compras governamentais o que, para a o Polo Industrial de Manaus pode se reverter na aquisição de motocicletas e até equipamentos de Tecnologia da Informação.

Sobre o polo de Duas Rodas, Alessandro Teixeira, informou que irá se reunir, acompanhando do superintendente da autarquia, Thomaz Nogueira, com representantes da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) para discutir as questões que estão impactando as vendas e a produtividade do setor. “A ideia é que tenhamos um esboço do que está acontecendo com o setor e saber, por exemplo, se é um problema de crédito ou de endividamento das famílias. De posse disso vamos levar essa demanda para Brasília para encontrar uma solução o mais rápido possível”, disse.

O superintendente Thomaz Nogueira destacou que o PIM vive uma situação estável com novos investimentos e empregos sendo gerados, enquanto que na Espanha, para cada 100 pessoas, 22 estão desempregadas e a Zona do Euro não tem expectativa de crescimento. “Enquanto isso as expectativas mais discretas indicam crescimento para o Brasil”, disse.

Projetos
Entre os projetos aprovados de implantação os destaques vão para o da Cal comp com investimentos fixos de US$ 224,9 milhões para produzir unidade acionadora de disco magnético rígido; Canon para produção de câmeras digitais, com investimentos fixos de US$ 1.1 milhão e Pluriquímica que deve investir US$ 1 milhão para produção de composto químico para tratamento de água potável.

Os destaques dos projetos de diversificação são o da Samsung Eletrônica para placa de circuito impresso com investimentos fixos de US$ 95.5 milhões; Philco Electronic com US$ 9.2 milhões para produzir tablets; e a LG Eletrônicos com investimentos fixos de US$ 9.2 milhões para o produto Televisor com tela de Oled, uma tecnologia diferente do televisor de LED, por usar compostos orgânicos que se autoiluminam, dispensando bulbos ou lâmpadas fluorescentes para iluminar a tela.

CBA
Ao final da reunião, o representante do ministério do Planejamento no CAS, Rafael Moreira de Aguiar, adiantou que foi concluída toda a etapa técnica para a elaboração do texto de um Projeto de Lei que define a personalidade jurídica do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA). A expectativa é que o texto seja enviado para o gabinete da Casa Civil ainda em julho para que, de lá, seja encaminhado ao Congresso. Pelo texto, adiantou, o CBA seria transformado em uma Sociedade de Economia Mista.