Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS avalia US$ 134 milhões em projetos industriais e de serviços

Notícias

CAS avalia US$ 134 milhões em projetos industriais e de serviços

Pauta a ser analisada pelo colegiado tem 38 projetos industriais e de serviços.
publicado: 03/11/2010 00h00 última modificação: 29/04/2016 12h02

O Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) realiza nesta quinta-feira, 4, às 15h sua 247ª reunião para a análise de 38 projetos industriais e de serviços, sendo 10 de implantação e 28 de ampliação, atualização e diversificação. A previsão é que os projetos somem investimentos fixos de US$ 134,912 milhões com previsão de gerar 2.316 novos empregos nos próximos três anos.

O projeto com maior valor de investimento fixo é o de diversificação da Digibras Indústria do Brasil S/A com US$ 50,447 milhões para produção de unidade acionadora de disco magnético rígido (HD) com um adicional de 33 novos empregos. Com investimentos fixos de US$ 23,973 milhões e geração de 141 empregos diretos, a Continental tem projeto de implantação para produção de rastreador/mobilizador para veículos automotores (GPS).

Outro destaque é o projeto da Whirpool Eletrodomésticos (Brastemp) para a produção de máquinas de lavar louças, no valor de US$ 2,567 milhões com geração prevista de 78 postos de trabalho.

LCD
Novos projetos de implantação foram apresentados para o segmento de dispositivo de cristal líquido para TVs (displays de LCDs). A Brivictory do Brasil tem previsão de investir US$ 6,360 milhões com 236 novos empregos gerados para a produção do display e a Semp Toshiba Componentes soma investimentos de US$ 5,722 milhões com 365 postos. Uma vez implantados os dois projetos fortalecem o adensamento da cadeia produtiva do TV de LCD, uma vez que o display representa 50% dos custos de produção. Atualmente quatro empresas têm projetos aprovados para a produção do display. A Philips é a única que está em produção e a Digiboard, Samsung e H-Buster estão em fase de implantação.

Para a superintendente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Flávia Skrobot Barbosa Grosso, a pauta desta 247ª reunião é um exemplo da confiança dos empresários em investir no PIM. Ela destaca que os investimentos em projetos industriais de implantação, diversificação, ampliação e atualização no PIM devem chegar, ao final deste ano, a um volume de até US$ 800 milhões, contra os US$ 401,534 milhões aprovados pelo Conselho em todo o ano passado. “A SUFRAMA empenha-se cada vez mais na atração de novos investimentos estratégicos que gerem emprego e renda no PIM”, afirma.