Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS encerra 2009 com aprovação de mais de US$ 300 milhões em investimentos para a Zona Franca de Manaus

Notícias

CAS encerra 2009 com aprovação de mais de US$ 300 milhões em investimentos para a Zona Franca de Manaus

Na última reunião, foram aprovados 36 projetos industriais e de serviços, que preveem a geração de 1.904 empregos diretos.
por Diego Queiroz publicado: 10/12/2009 00h00 última modificação: 11/05/2016 10h33

Um ano que se iniciou com muitas interrogações devido à crise econômica internacional está encerrando com respostas positivas do modelo Zona Franca de Manaus. Nesta quinta-feira (10), durante a 242ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS), a última do órgão em 2009, a retrospectiva dos principais acontecimentos deste ano e a comemoração de resultados acima das expectativas deram o tom das atividades realizadas. Na reunião, foram aprovados 36 projetos industriais e de serviços, que preveem a geração de 1.904 empregos diretos, US$ 80,864 milhões em investimentos fixos e US$ 306,476 milhões em investimentos globais (incluindo capital de giro).

Segundo o superintendente em exercício da SUFRAMA, Oldemar Ianck, que presidiu o encontro, a última reunião do CAS em 2009 teve como principal característica a aprovação de um grande número de projetos destinados à implantação de novas empresas no Polo Industrial de Manaus. Segundo Ianck, enquanto a média das reuniões anteriores era a aprovação majoritária de projetos destinados a atualizações, ampliações e diversificações de empreendimentos já instalados no PIM, a 242ª reunião do CAS contou com uma pauta composta por aproximadamente 60% de projetos de implantação. “Mais projetos de implantação significam novos investimentos de grande relevância para o PIM”, disse Ianck.

Os principais destaques da pauta da 242ª reunião do CAS ficaram por conta da aprovação dos projetos de implantação da Philco Eletrônica, para produção de televisores em cores e TVs com tela de cristal líquido (LCD); Bangtoys do Brasil, para produção de brinquedos eletrônicos, mecânicos e eletromecânicos; Biosensor Indústria e Comércio, para produção de equipamentos hospitalares de alta tecnologia; e Madeplast, para fabricação de artigos de matéria plástica para a construção civil. Também foram destaques os projetos de diversificação, ampliação e atualização das empresas Samsung Eletrônica da Amazônia, para produção de ar-condicionado de parede e split; Digibras, para fabricação de pen drives; Samsung Eletrônica da Amazônia, para DVD players blu ray e rádios com reprodução de DVD blu ray com amplificador “home theater”; Tectoy, para TV de LCD portátil, com gravador de áudio e vídeo; e Trópico Sistemas e Telecomunicações da Amazônia, para softwares para jogos.

O superintendente em exercício, Oldemar Ianck, ressaltou que o ano de 2009 foi muito positivo para o Polo Industrial de Manaus e para a capital amazonense no geral. Ele citou a realização da quinta edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2009) como uma das grandes conquistas da autarquia neste ano e afirmou que outros acontecimentos, a exemplo do anúncio de Manaus como sede da Copa do Mundo de 2014, a inauguração do gasoduto Urucu-Manaus e as ações em prol do adensamento da infraestrutura energética e de comunicações da região, trazem expectativas positivas de crescimento para o PIM nos próximos anos.

“Mesmo em um ano de crise, com muitas incertezas e turbulências, devemos fechar 2009 com um faturamento acima dos US$ 26 bilhões e mais de 100 mil empregos diretos gerados, o que seria um resultado extremamente positivo e acima das nossas expectativas iniciais. A aprovação de novos projetos de investimentos na Zona Franca de Manaus, aliada à recuperação da economia e às estimativas elevadas de crescimento do Produto Interno Bruto brasileiro para o próximo ano, nos leva a projetar um ano de 2010 ainda mais favorável”, reforçou Ianck.

Visitas
A agenda de compromissos dos membros do Conselho de Administração da SUFRAMA prossegue nesta sexta-feira (11). Os conselheiros farão visitas a fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM) com o objetivo de conferir pessoalmente o resultado dos trabalhos do CAS de aprovação de projetos e conhecer produtos fabricados com base em novas tecnologias no PIM. As empresas a serem visitadas são a Bic Amazônia, LG Eletronic da Amazônia Ltda, Moto Honda da Amazônia Ltda e Microservice Tecnologia Digital da Amazônia Ltda.