Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CAS reúne-se para avaliar 50 projetos que somam US$ 1.18 bilhão

Notícias

CAS reúne-se para avaliar 50 projetos que somam US$ 1.18 bilhão

Conselho delibera sobre a concessão de incentivos federais para a produção no Polo Industrial de Manaus.
publicado: 27/06/2012 00h00 última modificação: 18/03/2016 16h56

Investimentos industriais e de serviços que somam US$ 1.18 bilhão serão avaliados pelo Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS), que delibera sobre a concessão de incentivos federais para a produção no Polo Industrial de Manaus (PIM). São 50 projetos (22 de implantação e 28 de ampliação, atualização e diversificação) que serão submetidos ao Conselho nesta quinta-feira, 28, às 15h, na sede da autarquia. A expectativa é de que os projetos de implantação ofereçam 1.359 postos de trabalhos nos próximos três anos.

A reunião será presidida pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, que também cumprirá agenda de visita à algumas fábricas do PIM durante estadia em Manaus.

Entre os projetos de implantação, a Cal comp projeta investimentos fixos de US$ 224,9 milhões para produzir unidade acionadora de disco magnético rígido. A fabricante de máquinas fotográficas Canon tem projeto para produção de câmeras digitais, com investimentos fixos de US$ 1.1 milhão. Já a Pluriquímica tem projeto de US$ 1 milhão para produção de composto químico para tratamento de água potável. Com US$ 10.4 milhões em investimento, a Humax do Brasil quer produzir no PIM o receptor de sinal de TV via satélite.

Dentro do segmento de processamento de resíduos e sua adequada destinação em apoio as empresas do PIM, há na pauta o projeto da Cometais, com investimentos fixos de US$ 13.9 milhões e geração de 407 empregos.

Os destaques dos projetos de diversificação são o da Samsung Electronica para placa de circuito impresso com investimentos fixos de US$ 95.5 milhões; Philco Electronic com US$ 9.2 milhões para produzir tablets; e a Bramont, com US$ 914 mil para produção de motocicletas acima de 100 cilindradas e até 450 cilindradas.

A LG ELectrônicos apresenta projeto com investimentos fixos de US$ 9.2 milhões para o produto Televisor com tela de Oled. Diferente da tecnologia LED, a Oled usa compostos orgânicos que se autoiluminam, dispensando bulbos ou lâmpadas fluorescentes para iluminar a tela. Também no campo das novidades, a Sony Brasil Ltda. apresenta projeto de diversificação para produção de receptores de sinal de TV digital para uso em veículos automóveis.

Outro projeto destacado é o da Climazon para produção de fornos microondas com investimento fixo de US$ 1.1 milhão. A produção de fornos microondas no PIM foi beneficiada recentemente com uma medida do governo federal que elevou a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para quem produz fora da Zona Franca de Manaus, ou para quem importa o produto.

Agropecuário
Um projeto com potencial para o beneficiamento da produção regional também está na pauta do CAS. A SMX Agroindústria está com projeto avaliado em US$ 1.2 milhão para o curtimento e outras preparações de couro bovino. A empresa vai produzir no Distrito Agropecuário da SUFRAMA.