Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Conselho de Administração da SUFRAMA avalia pauta de US$ 237,602 milhões

Notícias

Conselho de Administração da SUFRAMA avalia pauta de US$ 237,602 milhões

A reunião será presidida pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho, e contará com a presença da superintendente da autarquia, Flávia Grosso, além de outras autoridades.
publicado: 29/06/2010 00h00 última modificação: 02/05/2016 09h26

Será realizada nesta quarta-feira (30), às 15h, na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), a 245ª reunião ordinária do Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS). Em avaliação, 27 projetos industriais e de serviços, sendo 13 de implantação e 14 de diversificação, ampliação e atualização, totalizando investimento global de US$ 237,602 milhões e investimento fixo de US$ 106,476 milhões, com geração de 542 novos empregos. A reunião será presidida pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho, e contará com a presença da superintendente da autarquia, Flávia Grosso, além de outras autoridades.

Dentre os projetos de implantação, tem-se o da empresa IPA Indústria de Pisos da Amazônia Ltda para fabricação de pisos de madeira. A empresa será instalada no município de Iranduba (distante 25 quilômetros de Manaus) e contribuirá para a expansão da atividade industrial no interior do Estado. O investimento total é de US$ 4,003 milhões e geração de 100 postos de trabalho. Outro projeto de implantação que deverá ampliar a atividade industrial do setor naval local é o do Estaleiro Tarumã da Amazônia Ltda para produção de estrutura flutuante (balsa para transporte), com investimento global de US$ 3,267 milhões e geração de 91 empregos.

Também serão avaliados os projetos de implantação da Flexcables da Amazônia Indústria e Comércio Ltda para fabricação de fios e cabos com conectores; G.P Embalagens da Amazônia Ltda e Indplast Indústria e Comércio de Plásticos Ltda para produção de artigo de matéria plástica (exceto de poliestireno) para transporte ou embalagem; Poliwall Indústria de Poliuretano da Amazônia para fabricação de artefato a partir de laminado (chapa) de aço e telha metálica; Ictec Representações Comércio e Serviços Ltda voltado a confecções em tecido; L.R Embalagens Ltda para fabricação de chapa, folha, tira, fita e película de plástico e da Pentech Indústria de Plásticos da Amazônia Ltda para produção de peças plásticas moldadas por injeção, caneta esferográfica e matéria plástica reciclada (triturada). Além dos simplificados de implantação aprovados da Abrasivos Montagna Ltda (cintas de lixa, lixas em formato diversos e rodas de lixa); da Indústria e Comércio de Confecções Café com Leite Ltda (confecções em tecidos); e os de prestação de serviços, da Terra Serviços e Soluções Integradas para Resíduos Ltda (coleta e transporte de resíduos) e da Doulos Serviços Ltda (serviços de transporte de passageiros).

Dos projetos de diversificação, ampliação e atualização, destaca-se o da Sodécia da Amazônia Ltda para fabricação de partes e peças pintadas e soldadas para motocicletas e similares, bem como o da Sawen da Amazônia Indústria Metalúrgica Ltda para fabricação de um mix de produtos, que inclui peças metálicas formatadas por usinagem, partes e peças soldadas para ciclomotores, motonetas, motocicletas, triciclos e quadriciclos, molde para modelagem de matérias plásticas ou de borracha por injeção, esteira transportadora para linha de produção, molde para modelagem de metais ou carbonetos metálicos por compressão e bancada industrial. Esses projetos contribuirão para o adensamento da cadeia produtiva do segmento de Duas Rodas.

Há ainda projetos de diversificação, ampliação e atualização para o segmento Eletroeletrônico, entre os quais, o da Elcoteq da Amazônia Ltda para fabricação de telefone celular digital; da Philco Eletrônicos Ltda - que está retornando ao Polo Industrial de Manaus (PIM) - para fabricação de microcomputador portátil; e da Semp Toshiba Amazonas S.A, também para produção de microcomputador portátil (notebook). O projeto da Jutal - Empresa Industrial de Juta S/A para produção de fibra cardada de juta destaca-se por se tratar de investimentos com foco nas potencialidades regionais. Na pauta constam ainda os projetos da Intelbras S/A (câmera de TV para circuito fechado); Tectoy S/A (televisor em cores); H-Buster da Amazônia Indústria e Comércio Ltda (monitor de vídeo com tela de cristal líquido); Procomp Amazônia Indústria Eletrônica Ltda (aparelho de controle de freqüência com micro processador); Orbisat da Amazônia Indústria e Aerolevantamento S/A (módulo de comando elétrico à distância para alarme e rastreador/imobilizador para veículos automotores com GPS); Tecplam Indústria Eletrônica Ltda (autorrádio); Amacon – Amazonas Bebidas e Concentrados Ltda (extrato aromático de vegetais naturais para bebidas não alcoólicas) e o da Avanplas Polímeros da Amazônia Ltda (resina termoplástica extrudada).