Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cônsul do Japão reafirma interesse nipônico em expandir investimentos no PIM

Notícias

Cônsul do Japão reafirma interesse nipônico em expandir investimentos no PIM

América Latina e Brasil estão entre as regiões que atraem a atenção de empresas japonesas que buscam mercados para expandir suas atividades. Declaração foi dada durante reunião entre a cônsul-geral do Japão em Manaus e o superintendente da SUFRAMA.
por Layana Rios publicado: 12/04/2019 17h50 última modificação: 12/04/2019 19h08

O superintendente da SUFRAMA, Alfredo Menezes, recebeu nesta sexta-feira (12), no gabinete da Autarquia, a cônsul-geral do Japão em Manaus, Hitomi Sekiguchi, e o cônsul-geral adjunto do Japão em Manaus, Iwato Takahiro, para uma visita de cortesia com o objetivo de conhecer mais sobre as propostas da nova gestão da Instituição.


Segundo Hitomi, já existem aproximadamente 40 empresas japonesas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) e o Japão tem interesse em fortalecer ainda mais as relações com a América Latina e, especificamente, com o Brasil. "Quando dizemos Brasil, não é apenas São Paulo e Rio de Janeiro, é também o Amazonas e toda essa região onde as empresas japonesas têm o maior interesse em investir", afirmou, destacando que uma das preocupações das empresas que ainda não estão no PIM seria a questão da segurança jurídica dos incentivos fiscais.


O superintendente reforçou aos diplomatas seu compromisso em resgatar o protagonismo da SUFRAMA, além de promover uma mudança de governança para, assim, atrair mais investimentos ao PIM, além de debater outros assuntos. "Nossa Zona Franca foi reconhecida pela Organização Mundial do Comércio (OMC) justamente porque tem a segurança jurídica garantida pela Constituição brasileira, além do papel ambiental que promoveu ao longo dos anos, mantendo a floresta em pé. Portanto, somos um modelo que tem robustez e a pujança necessária para atrair novos investimentos", disse, respondendo o questionamento da cônsul.


Hitomi Sekiguchi aproveitou a ocasião para convidar o superintendente para as festividades dos 90 anos da imigração japonesa na região, que ocorrerá no mês de setembro. "Diferente do sul do Brasil, onde a imigração foi ligada ao café, aqui na região ela iniciou com o cultivo da juta", explicou. Menezes agradeceu o convite e ainda se colocou à disposição para quaisquer esclarecimentos e parcerias que se fizerem necessárias junto ao consulado japonês com o objetivo de atrair novos negócios ao Polo.

registrado em: , ,