Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Diferenciais competitivos da ZFM são abordados com diplomatas da Áustria

Notícias

Diferenciais competitivos da ZFM são abordados com diplomatas da Áustria

Superintendente Alfredo Menezes recebeu embaixadora da Áustria no Brasil, Irene Giner-Reichl, para apresentar oportunidades de negócios e vantagens comparativas da Zona Franca de Manaus
por Layana Rios publicado: 26/04/2019 14h53 última modificação: 26/04/2019 14h53

O superintendente da SUFRAMA, Alfredo Menezes, recebeu nesta sexta-feira (26), no gabinete da Autarquia, a embaixadora da Áustria no Brasil, Irene Giner-Reichl, o cônsul geral e comissário de comércio da Áustria, Klaus Hofstadler, e o cônsul honorário, Ismael Bicharra, para conhecer as vantagens comparativas da Zona Franca de Manaus (ZFM).

A embaixadora, que está há um ano e meio no cargo, informou que é a primeira vez que vem a Manaus e há uma disposição em saber mais sobre o modelo. “Temos algumas empresas austríacas no Polo Industrial de Manaus, mas temos interesse em buscar informação para ampliar essa relação”, disse.

Menezes comentou sobre sua recente viagem à Brasília, onde teve a garantia do governo federal, por meio do ministro da Economia, Paulo Guedes, que a ZFM manterá um tratamento especial tarifário em meio à reforma da Previdência. “Como nossos incentivos fiscais são no produto, o risco de se instalar na Zona Franca de Manaus é todo da empresa, pois ela só começa a usufruir dos incentivos quando passa a ter produção. Estamos confiantes no compromisso do governo federal para ações e projetos que continuem a garantir o desenvolvimento da nossa região”, afirmou.

A SUFRAMA fez, ainda, uma apresentação institucional à comitiva, destacando os incentivos fiscais e as contrapartidas para se instalar no Polo Industrial de Manaus (PIM), além de apresentar dados de importação com a Áustria, que se mantém estável, na ordem de US$ 24 milhões ao ano, voltada a insumos, no geral, para motocicletas. De acordo com Menezes, as empresas que fornecem insumos poderiam ser potenciais para produzir no PIM e abastecer diretamente as fábricas de bens finais.

A embaixadora agradeceu as informações repassadas e desejou sucesso ao superintendente na missão de retomar o protagonismo da SUFRAMA e atrair novos investimentos para a região. Menezes, por sua vez, colocou a Autarquia à disposição para as tratativas que forem necessárias com vistas a novos negócios e parcerias.