Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Distrito Agroindustrial em pauta na Suframa

Notícias

Distrito Agroindustrial em pauta na Suframa

Iniciativa de se criar o Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva foi tratada durante reunião na sede da Autarquia.
por Layana Rios publicado: 13/06/2019 15h19 última modificação: 13/06/2019 16h27

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) promoveu, nesta quarta-feira (12), na sala de gabinete da Autarquia, reunião para tratar de políticas voltadas ao Distrito Agropecuário da Suframa (DAS), mais especificamente em relação à criação do Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva.


A reunião foi conduzida pelo superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, e contou com a participação do prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Sousa, o superintendente de Patrimônio da União no Amazonas, Alessandro Cohen, o superintendente Regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Serafim Júnior, além do superintendente adjunto de Projetos da Suframa, Gustavo Igrejas, acompanhado de equipe técnica, e empresários.


A iniciativa vai ao encontro das ações anunciadas pelo superintendente quando da posse na Suframa, de fortalecer o agropecuário e o comércio, além da indústria, que compõem a tríade de setores sob a responsabilidade de desenvolvimento pela Autarquia. “O Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva é um projeto piloto para ser uma das alternativas econômicas complementares ao Polo Industrial de Manaus no médio/longo prazo, aproveitando as potencialidades da nossa região”, disse Menezes, afirmando, ainda, que a ideia é futuramente trabalhar o projeto nos outros Estados da área de abrangência da Suframa.


A proposta do Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva é concentrar, em uma área do DAS localizada dentro do município, agroindústrias para o processamento de frutas como açaí, banana, coco, citrus, além de pescado, suíno, produção de extratos naturais e fitoterápicos, essências e fixadores, móveis rústicos e reaproveitamento de madeira. De acordo com o prefeito do município, a expectativa é gerar três mil empregos diretos e indiretos. Os atores envolvidos estão trabalhando na definição da melhor área para a instalação do Distrito.