Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Em cinco meses, PIM fatura US$ 16.3 bilhões

Notícias

Em cinco meses, PIM fatura US$ 16.3 bilhões

Os setores Eletroeletrônico, Duas Rodas e Metalúrgico foram os principais segmentos que contribuíram para o resultado.
publicado: 13/07/2011 00h00 última modificação: 12/04/2016 10h27

Ancorado nos segmentos Eletroeletrônico, Duas Rodas e Metalúrgico, o Polo Industrial de Manaus (PIM) teve o reforço de outros setores (como o relojoeiro, por exemplo) que se destacaram de janeiro a maio, contribuindo para o faturamento de US$ 16.3 bilhões. O valor é 22,85% maior que o valor recorde acumulado nos cinco primeiros meses do ano passado (US$ 13.2 bilhões). Os dados são dos Indicadores de Desempenho do PIM, levantados mensalmente pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA).

Em maio, o faturamento do parque industrial de Manaus atingiu US$ 3.6 bilhões enquanto que no mesmo mês do ano passado ficou em US$ 2.9 bilhões, um crescimento de 22,69%. Em abril, o faturamento do polo foi de US$ 3.3 bilhões.

O número de empregos registrados até maio foi de 114.805 postos ocupados contra 100.969 registrados até maio de 2010, uma evolução de 13,70%.

De acordo com os indicadores, o setor Eletroeletrônico faturou US$ 5.2 bilhões no acumulado do ano, contra US$ 4.5 bilhões do mesmo período do ano passado, um crescimento de 14,28%. Em maio o faturamento do subsetor foi de US$ 1.2 bilhão, enquanto que no mesmo mês de 2010, ficou em US$ 1.1 bilhão. Em abril deste ano, o polo somou US$ 1.092 bilhão.

O setor de Bens de Informática acumulou em cinco meses, US$ 1.7 bilhão, superando o acumulado de 2010 (US$ 1.2 bilhão) em 35,94%. No mês de maio, o faturamento foi de US$ 434.3 milhões, contra os US$ 276 milhões de maio do ano passado, enquanto que o resultado de abril foi de US$ 416.6 milhões.

O segmento de Duas Rodas no acumulado dos cinco meses alcançou a cifra de US$ 3.7 bilhões, superando os US$ 2.7 bilhões do igual período do ano passado, um crescimento de 36,26%. O valor de abril ficou em US$ 760.9 milhões e o de maio, US$ 836.518 milhões, Em maio do ano passado, o faturamento chegou a US$ 621.2 milhões.

O Polo Relojoeiro foi um dos destaques do período com um crescimento em cinco meses de 71,62% no faturamento de US$ 274.3 milhões. No acumulado de 2010, o valor atingido foi de US$ 159.8 milhões. Também com percentual expressivo de crescimento (71,67%), o setor Editorial e Gráfico faturou de janeiro a maio, US$ 20.6 milhões contra os US$ 12 milhões dos cinco primeiros meses do ano passado. “Os indicadores demonstram que o crescimento do PIM é observado em outros segmentos, além dos principais polos de produção do Estado”, destaca a superintendente da SUFRAMA, Flávia Grosso.

Produtos
Na produção o destaque é o televisor com tela de LCD com 3,428 milhões de unidades contra 3,022 milhões do acumulado passado (janeiro a maio), uma alta de 13,46%. O receptor de sinal de TV, incluindo o conversor de sinal analógico de TV para o digital, teve alta de 81,58%, saltando de 2.816 unidades produzidas para 5.114 na comparação entre os cinco meses de 2010 e 2011. A produção de microcomputadores, inclusive portáteis, cresceu 86,92%, saindo de 235 mil para 440 mil unidades (na comparação entre os cinco meses de 2010 e 2011). A produção de relógio de pulso e de bolso aumentou de 2,782 milhões de unidades para 4,609 milhões, no mesmo período, crescimento de 66%.

O celular teve 6,791 milhões de unidades produzidas no acumulado do ano passado e 9,936 milhões no acumulado deste ano, com incremento de 46,30%. As motocicletas que chegaram a 607 mil unidades de janeiro a maio de 2010 saltaram para 789 mil nos cinco meses de 2011, alta de 29,94%.