Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Embaixador quer estreitar relações comerciais entre ZFM e Peru

Notícias

Embaixador quer estreitar relações comerciais entre ZFM e Peru

Durante encontro, foi discutida a definição de uma agenda comercial positiva a fim de identificar oportunidades de negócios entre os dois países.
publicado: 05/04/2011 00h00 última modificação: 22/04/2016 12h40

A pouco mais de um mês de sua posse na Embaixada Brasileira em Lima, o embaixador Carlos Alfredo Lazary Teixeira, participou de reunião na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA). Em pauta, a intensificação do fluxo comercial entre a Zona Franca de Manaus (ZFM) e o país andino.

Um dos pontos abordados durante o encontro foi a possibilidade de definição de uma agenda comercial positiva a fim de identificar oportunidades de negócios entre os dois países. “O que eu quero durante a minha gestão na Embaixada em Lima, onde devo assumir no final de maio, é tornar o exemplo da Zona Franca de Manaus mais conhecido e mostrar para eles (os peruanos) que a ZFM é um instrumento de ampliação e aprofundamento das relações comerciais e econômicas com outros países”, afirma Teixeira.

Para o diplomata, esse trabalho de estreitamento comercial entre ZFM e o país andino é considerado estratégico na busca pela ampliação das relações econômicas entre o Brasil e o Peru. “O que nos interessa é ampliar o fluxo comercial entre esses dois países e na medida do possível, diminuir os desequilíbrios existentes de tal forma que se possa ampliar a agregação de valor aos produtos e proporcionar maior geração de empregos nos dois lados”, frisa.

Na oportunidade, o superintendente adjunto de Projetos da autarquia, Oldemar Ianck, fez um relato a respeito dos principais segmentos do PIM, com destaque para o Eletroeletrônico/Bens de Informática e polo de Duas Rodas. Ressaltou ainda os investimentos governamentais em infraestrutura, entre os quais, o gasoduto Coari-Manaus e o linhão de Tucuruí, uma linha de transmissão de energia que vai interligar Manaus ao sistema nacional.

Carlos Alfredo Teixeira aproveitou para ressaltar a relevância da Zona Franca de Manaus para o desenvolvimento socioeconômico da região. “A ZFM é um exemplo de desenvolvimento pujante e ao mesmo tempo sustentável, localizada no coração de uma região que é da maior importância para o Brasil e para o resto do mundo por ser um polo de biodiversidade, de água doce, enfim, de tudo aquilo que se precisa preservar e ao mesmo tempo, utilizar de maneira sustentável”, finalizou.

Balança comercial – No ano passado, as importações feitas pelo Amazonas do Peru contabilizaram US$ 49,3 milhões. Nos meses de janeiro a fevereiro de 2011, o valor das importações atingiu US$ 9,1 milhões – montante 24,20% superior ao atingido no mesmo período de 2010, que foi de US$ 7,3 milhões. O montante de exportações do Amazonas para o país vizinho foi de US$ 51,520 milhões. Nos dois primeiros meses deste ano, as vendas do Amazonas ao comércio peruano atingiram US$ 6,607 milhões, aumento de 86,74% em relação a janeiro e fevereiro de 2010, cujo volume de exportação somou US$ 3,538 milhões.

registrado em: ,