Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Embaixador quer maior presença de empresas italianas na ZFM

Notícias

Embaixador quer maior presença de empresas italianas na ZFM

Diplomata italiano Raffaele Trombetta disse que sua primeira visita ao Amazonas tem como principal objetivo estreitar as relações políticas e comerciais com o Estado.
por Enock Nascimento publicado: 30/04/2013 15h47 última modificação: 07/03/2016 12h08

O superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Afonso Nogueira, recebeu na segunda-feira, dia 29, a visita do embaixador extraordinário e plenipotenciário da Itália no Brasil, Raffaele Trombetta, acompanhado do chefe da Chancelaria Consular e 1° Secretário Comercial, Alberto La Bella.

No posto de embaixador da Itália no Brasil há seis meses, Raffaele Trombetta disse que sua primeira visita ao Amazonas tem como principal objetivo estreitar as relações políticas e comerciais com o Estado, e enfatizou o interesse comercial de empresas italianas no Polo Industrial de Manaus (PIM). Para o diplomata, é pequeno o número de fábricas italianas instaladas em Manaus e por isso as relações bilaterais podem e devem ser fortalecidas.

Durante o encontro, o superintendente fez uma apresentação sobre as peculiaridades do Amazonas (territorialmente maior que os cinco maiores países da Europa), a importância do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e seus impactos nos aspectos social, econômico e ambiental, e detalhou sobre os incentivos fiscais concedidos às empresas que aqui se estabelecem para produzir. “Apesar das questões logísticas, ninguém perdeu dinheiro investindo na ZFM”, enfatizou Nogueira, acrescentando que o modelo foi decisivo ainda para a preservação de 98% da floresta nativa do Estado.

Outro tema de encontro foi a parceria entre a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e o Polo Científico Tecnológico Navacchio, na Itália, idealizado para desenvolver sistemas de gestão e inovação tecnológica em incubadoras no Amazonas. Nogueira salientou que, provavelmente, em julho, viajará à Itália para intensificar ações da parceria com o Polo Navacchio.

Enfatizando a importância da qualificação, o superintendente também destacou o interesse de triplicar a presença de jovens da Região Norte no programa “Ciências Sem Fronteiras” do governo federal. O embaixador se demonstrou favorável à ideia e ressaltou que o aumento de oferta de vagas para brasileiros também pode ser obtido via embaixada italiana, já que ela possui escritório para representar as universidades da Itália.

O embaixador italiano - que já se encontrou com o governador do Amazonas, Omar Aziz, e o prefeito de Manaus, Artur Neto - segue cumprindo agenda em Manaus até o dia 1º de maio.

Polo Navacchio
A Itália detém mais de 30 parques tecnológicos. Somente o Polo de Navacchio abriga cerca de 500 empresas que geram aproximadamente 22 mil empregos. Grande parte destas empresas têm parcerias com universidades públicas e privadas para desenvolver pesquisas que estimulem maior conhecimento e possam atender plenamente a crescente demanda do mercado mundial.

registrado em: , ,