Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Empresariado quer fomentar comércio exterior a partir do ano olímpico

Notícias

Empresariado quer fomentar comércio exterior a partir do ano olímpico

Projeto "Chama Empreendedora", uma iniciativa da Associação Comercial do Rio de Janeiro, quer incentivar ações empreendedoras e aumentar base exportadora brasileira.
por Márcio Gallo publicado: 20/04/2016 12h58 última modificação: 20/04/2016 14h51

Como forma de incentivar ações empreendedoras e fomentar o comércio exterior – principalmente entre os micro e pequenos empresários –, a Associação dos Jovens Empresários do Amazonas (AJE/AM) promoveu esta semana, em Manaus, o lançamento local do “Chama Empreendedora”, projeto de iniciativa da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRio). O evento, realizado em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae/AM), que sediou o encontro, contou com a participação de representantes de diversas instituições, como a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), o Sebrae/AM, a AJE/AM, a Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), os Correios e o governo do Estado do Amazonas, representado por membros do Comitê Olímpico Manaus 2016.

Por estar à frente do Comitê Gestor do Plano Nacional da Cultura Exportadora no Amazonas (PNCE/AM), a coordenadora geral de Comércio Exterior da SUFRAMA, Sandra Almeida, também representou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) no evento. Sandra fez questão de destacar a importância do empresariado local atuar com foco no mercado internacional, em especial diante do atual cenário econômico brasileiro e das condições favoráveis que a taxa cambial oferece para o incremento de exportações.

Segundo Sandra, um dos papeis do PNCE no Amazonas é “sensibilizar aqueles que nunca exportaram, mas que têm esse interesse”. Para ampliar a base exportadora do País, foi traçado um referencial estratégico no âmbito do PNCE que define trilhas “para que cada empresa possa ser encaixada de acordo com seu nível de maturidade para o mercado internacional. Dessa forma, um empresário que ainda não apresenta grande interesse em expandir seus negócios para o exterior receberá orientação no sentido de se conscientizar quanto aos benefícios da exportação de seus produtos. Aqueles que já têm mais experiência, mais informações e desejam entrar ou expandir sua atuação no comércio exterior já serão alocados em etapas mais avançadas dentro do Plano Nacional da Cultura Exportadora.”

Os dados repassados pela representante do Comitê Gestor do PNCE Amazonas chamaram a atenção do público do evento, que também contou com jovens empresários associados à AJE e à Conaje. Ananda Carvalho, presidente da Conaje, e Rodrigo Viegas, presidente da AJE/AM, colocaram a rede de jovens empresários à disposição para alavancar as ações do PNCE. Os Correios e o Sebrae/AM também se prontificaram a apoiar toda ação que vise ao aumento da base exportadora brasileira, seja com apoio logístico, seja com ações de capacitação para os interessados.

Chama Empreendedora
A iniciativa da ACRio busca maior integração entre todos os representantes comerciais do País e faz parte da programação das associações comerciais para o ano olímpico, uma vez que o Brasil atrairá atenção mundial por sediar o maior evento esportivo do mundo. Segundo comunicado da Associação Comercial do Rio de Janeiro, esta é uma oportunidade para incentivar as exportações como saída para a crise.