Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estande de Orgânicos é novidade na FIAM 2009

Notícias

Estande de Orgânicos é novidade na FIAM 2009

Produtos orgânicos dos Estados da Amazônia Ocidental serão apresentados em um estande exclusivo durante a quinta edição da Feira Internacional da Amazônia, que será realizada de 25 a 28 de novembro.
publicado: 28/08/2009 00h00 última modificação: 30/05/2016 15h59

Produtos orgânicos dos Estados da Amazônia Ocidental serão apresentados em um estande exclusivo durante a quinta edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2009), que será realizada de 25 a 28 de novembro, em Manaus, no Studio 5 – Centro de Convenções. Esta é a primeira vez que a FIAM dedica um espaço para os orgânicos regionais.

O Estande de Orgânicos atende à meta de fortalecimento da produção ao potencializar a divulgação dos benefícios nutricionais, ambientais e sociais dos alimentos orgânicos. Segundo a coordenadora-geral de Desenvolvimento Regional da SUFRAMA, Eliany Gomes,” a autarquia contribui, assim, para conscientizar a população sobre os importantes benefícios que são gerados pelo sistema de produção orgânica e possibilitar novos canais de comercialização para esses produtos”.

Produto orgânico é todo produto animal ou vegetal obtido sem a utilização de produtos químicos ou de hormônios sintéticos, que favoreçam o seu crescimento de forma não natural. Isso inclui alimentos e produtos manufaturados produzidos a partir de matéria-prima não sintética, tais como bolsas e sapatos feitos de couro natural e roupas feitas de algodão orgânico.

No Amazonas, as experiências mais destacadas na produção de alimentos orgânicos são o açaí do município de Codajás e o guaraná produzido nos municípios de Maués e Urucará. Por já contarem com selos de certificação de produção orgânica, esses produtos possuem grande inserção, sobretudo, no mercado internacional. O açaí orgânico de Codajás, por exemplo, é vendido integralmente no mercado dos Estados Unidos.

Empreendedorismo Inovador
Outra novidade prevista para a quinta edição da FIAM é o Salão de Negócios e Empreendedorismo Inovador. Um espaço para promover o encontro entre investidores e empreendedores - que podem ser desde pesquisadores até empresas com produtos e serviços inovadores, em diversos estágios de desenvolvimento, bem como identificar novos nichos de mercado e incentivar a geração de negócios na Região Amazônica.

A iniciativa será realizada em parceria com o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA). O início das inscrições está previsto para o mês de agosto, após o lançamento do edital e os projetos serão selecionados por uma comissão multisetorial.

Também fazem parte da programação paralela à FIAM, a Jornada de Seminários Internacionais e a Mostra Técnico-Científica. Ao todo serão realizados 14 seminários de 23 e 28 de novembro, com os temas Conjuntura econômica e seus impactos na economia brasileira e regional; Amazonas no Futuro; Energia e Desenvolvimento; Turismo na Amazônia; Comércio Exterior na Amazônia: Caminho para uma Integração Regional; III Encontro de Negócios da Aqüicultura na Amazônia; Biotecnologia e Inovação: Programas de Inovação Tecnológica e Incubadoras de bases biotecnológicas; Sistema de Comunicação na Amazônia: alternativas e soluções na transmissão de dados em banda larga; Tecnologias para um mundo melhor: Micro e Nanotecnologia; Energia Renovável e Tecnologias de reciclagem; Conferência WITS 2009 (Água, Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade); Agronegócio para Exportação; A cobertura Jornalística Internacional da Amazônia; Produção Orgânica e Sustentável na Amazônia; e Ciência, Inovação e Tecnologia para o desenvolvimento da Amazônia.

Os seminários são realizados em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECT), Secretaria de Estado de Produção Rural (SEPROR), Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), Banco da Amazônia (BASA), SUFRAMA, Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Secretaria de Planejamento do Amazonas (SEPLAN), Conselho Regional dos Economistas (CORECON), Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (FUCAPI), Universidade do Novo México, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJPAM). As inscrições estarão abertas a partir do dia 22 de setembro e vão até o dia 18 de novembro.

No âmbito da Mostra Técnico-Científica, os trabalhos serão avaliados em oito áreas: Biotecnologia e Biodiversidade; Desenvolvimento Regional; Tecnologia da Informação; Ciências Exatas e da Terra; Engenharia; Ciências Agrárias e Meio Ambiente; Saúde e Água; e Sustentabilidade. Será criado um comitê avaliador formado por professores doutores de universidades da região.

O evento tem como principal objetivo dar visibilidade e socializar os resultados de trabalhos técnico-científicos e tecnológicos, apoiados direta ou indiretamente pela SUFRAMA, ou ainda aqueles cuja relevância acadêmica venha contribuir para a otimização de empreendimentos no Polo Industrial de Manaus (PIM) ou na Amazônia Ocidental.

Vitrine
Para a FIAM 2009, está prevista a participação de mais de 300 expositores de diversos segmentos como indústria, serviços e comércio, distribuídos em 190 estandes. Federações das Indústrias dos nove Estados da Amazônia Brasileira confirmaram presença no evento. Os ministérios do Turismo, das Relações Exteriores, de Minas e Energia, de Desenvolvimento Agrário, dos Transportes, da Integração, da Defesa e Casa Civil também estarão presentes.

Nesta edição a Área Internacional também será destaque. Países da América do Sul estão sendo convidados a enviar suas delegações e a expectativa é que haja uma participação mais abrangente dos países vizinhos durante o evento. Até o momento já estão confirmados Argentina e Peru.

Reconhecida como a maior vitrine de negócios da região Amazônica, a FIAM é uma promoção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), por intermédio da SUFRAMA, e consta no calendário de eventos do Governo Federal. A FIAM tem como principais objetivos atrair investimentos para a Amazônia brasileira, estimular as exportações e promover novas oportunidades de negócios a partir do aproveitamento das potencialidades regionais.

 

 

registrado em: ,