Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudantes de Logística participam de palestra na SUFRAMA

Notícias

Estudantes de Logística participam de palestra na SUFRAMA

Tema é um dos que mais geram discussões, pela importância e impacto gerados, especialmente, nas empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus.
por Márcio Gallo publicado: 25/06/2015 14h40 última modificação: 02/02/2016 12h30

Os desafios logísticos da Zona Franca de Manaus (ZFM) costumam gerar diversos debates que visam ao aprimoramento da atividade exercida na região coberta pelo modelo de desenvolvimento regional. Para integrar cada vez mais o ambiente acadêmico a essa discussão, professores do curso técnico de Logística do Centro Universitário Uninorte, de Manaus, solicitaram a técnicos da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) uma palestra sobre o tema. O evento, realizado no auditório da autarquia na última semana, reuniu cerca de 70 alunos dos turnos da tarde e noite do curso de graduação e contou com a participação de servidores da Coordenação-Geral de Estudos Econômicos e Empresariais da Superintendência (COGEC/SUFRAMA).

A apresentação foi feita pela coordenadora-geral da COGEC, Ana Maria Souza, que iniciou a palestra traçando uma visão abrangente sobre a ZFM, desde sua criação até a atualidade, destacando os avanços obtidos nestes 48 anos de existência do modelo. As etapas mais marcantes da Zona Franca de Manaus, desde o auge do segmento comercial até o crescimento da atividade industrial, foram pontuados pela coordenadora, que ressaltou a importância dos Processos Produtivos Básicos (PPBs) para o Polo Industrial de Manaus (PIM). “São as etapas de produção normatizadas pelos PPBs que garantem a mão de obra e evitam a chamada ‘maquiagem’, que seria trazer o produto pronto e apenas etiquetá-lo como se fosse produzido no PIM”, disse Souza.

O ganho ambiental, em especial no Amazonas, também foi comentado por Ana Maria Souza, que utilizou dados cientificamente comprovados para demonstrar que cerca de 98% da cobertura vegetal nativa do Estado foi mantida a partir da atividade do PIM, que gerou uma alternativa econômica não predatória aos habitantes da região.

Distribuição logística
Ao se ater especificamente às questões demandadas pelos estudantes da Uninorte, Ana Maria Souza falou sobre o principal modal utilizado na região – as hidrovias – e sobre melhorias para a resolução de gargalos logísticos. A possibilidade de integração logística da Pan-Amazônia, que pode contemplar a chegada de insumos e a distribuição de bens fabricados na Zona Franca de Manaus, também foi destacada pela coordenadora da COGEC.

Ana Maria Souza comentou, ainda, sobre a oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (VIII FIAM), evento realizado pela SUFRAMA com apoio do Ministério do Desenvolvimento, indústria e Comércio Exterior (MDIC). Este ano, a Feira será realizada entre os dias 18 e 21 de novembro e, tradicionalmente, reúne diversos atores do segmento logístico da região, cada um apresentando propostas e produtos voltados a colaborar com o incremento da atividade realizada na ZFM.

Contribuição
Ao final do encontro, a professora Alessandra Sangama, da Uninorte, expressou seus agradecimentos à equipe da SUFRAMA pelo apoio prestado aos estudantes. “Esta apresentação contribui para a nossa formação profissional e o tema é muito pertinente para o nosso meio acadêmico e para toda sociedade”, finalizou Sangama.

 

registrado em: , ,