Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Faturamento do PIM atinge aumento de 41%

Notícias

Faturamento do PIM atinge aumento de 41%

De janeiro a setembro, o PIM alcançou faturamento de US$ 24,869 bilhões.
publicado: 09/11/2010 00h00 última modificação: 29/04/2016 11h34

O Polo Industrial de Manaus (PIM) mantém a sua trajetória de crescimento em 2010. De janeiro a setembro, o PIM alcançou faturamento de US$ 24,869 bilhões, aumento de 41,41% em relação ao mesmo período do ano passado, quando atingiu US$ 17,586 bilhões, e 3,97% acima do alcançado em 2008 (US$ 23,917 bilhões), ano em que o PIM chegou ao faturamento recorde de mais de US$ 30 bilhões. Esses dados constam nos Indicadores de Desempenho do Polo Industrial de Manaus divulgados nesta terça-feira (09) pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA).

A continuar nesse ritmo, a projeção de novo ano histórico para o polo deve se concretizar. A expectativa é que o PIM feche 2010 com faturamento recorde de US$ 33 bilhões, resultado 10% superior ao de 2008 e 27,13% ao de 2009. O desempenho de setembro (US$ 3,257 bilhões) superou o maior resultado mensal obtido até então, que era de agosto de 2008, quando o PIM faturou US$ 3,041 bilhões. O recorde de faturamento do mês deve-se ao aumento da produção, típico desta época, visando suprir as demandas de mercado no período de fim de ano.

Além do faturamento histórico, o mês de setembro também foi marcado pelo avanço da mão-de-obra. Foram registrados 105.652 empregos, somando-se mão-de-obra efetiva, temporária e terceirizada, contra 96.344 postos de trabalho contabilizados no mesmo mês em 2009, incremento de 9,6%. Em relação a agosto deste ano, quando foram registrados 105.366 empregos, a variação percentual é de 0,22%. Essa foi a segunda vez, desde dezembro de 2008, que o PIM superou a média mensal de 100 mil empregos, uma demonstração de que o parque fabril local está recuperando gradualmente o nível de empregabilidade anterior à crise econômico-financeira mundial. No acumulado do ano, as vendas ao mercado exterior atingiram US$ 803,142 milhões, percentual 35,63% superior ao mesmo período de 2009, quando somaram US$ 592,165 milhões.

De acordo com o superintendente adjunto de Projetos da SUFRAMA, Oldemar Ianck, esses números demonstram a retomada da economia brasileira como um todo, a recomposição do poder de compra por parte dos consumidores, como resultado do aumento da oferta de emprego, bem como a retomada do processo de concessão de crédito, uma vez que os produtos que estão no top e são fabricados no PIM dependem do crédito ao consumidor.

Principais Segmentos
O Eletroeletrônico (incluindo Bens de Informática) continua liderando o ranking de segmentos. Nos primeiros nove meses do ano, o subsetor alcançou faturamento de US$ 11,035 bilhões, incremento de 46,29% em comparação com o mesmo período de 2009, quando o faturamento do segmento foi de US$ 7,543 bilhões. Outros segmentos de destaque foram o de Duas Rodas, com faturamento de US$ 5,155 bilhões no período e elevação de 35,77% em relação ao ano passado, cujo faturamento foi de US$ 3,796 bilhões, e o Químico, faturamento total de US$ 2,891 bilhões e crescimento de 40,94% no comparativo com 2009 (US$ 2,051 bilhões). O segmento Mecânico, com faturamento de US$ 972,149 milhões, obteve o maior crescimento percentual, um total de 80,75% em comparação com os meses de janeiro a setembro de 2009.

Também apresentaram elevação em relação ao mesmo período de 2009 os segmentos Relojoeiro (faturamento de US$ 302,649 milhões e aumento de 65%), Termoplástico (faturamento de US$ 1,331 bilhão e aumento de 19,81%), Bebidas (faturamento de US$ 167,033 milhões e aumento de 19,27%), Metalúrgico (faturamento de US$ 1,821 bilhão e aumento de 34,45%), Madeireiro (faturamento de US$ 13,011 milhões e aumento de 48,16%) e ainda o subsetor Papel e papelão (faturamento de US$ 131,013 milhões e aumento de 37,78%).

Produtos
Na lista de produtos do Polo Industrial de Manaus, os televisores com tela LCD continuam na posição de maior destaque, com 5.925.400 unidades fabricadas no período, incremento de 153,33%. Outros produtos de representatividade na pauta do PIM são as motocicletas, motonetas e ciclomotores, com produção de 1.161.728 unidades, o equivalente a 8,31% de aumento, em comparação com o ano passado (1.072.639 unidades).

Tiveram desempenho expressivo a unidade evaporadora para split system, perfazendo um total de 295.741 itens produzidos no período, contra 141.195 fabricados de janeiro a setembro do ano passado, aumento de 109,46%; e a unidade condensadora para split system, com 484.455 itens fabricados, crescimento de 128,63%, frente aos mesmos meses de 2009, quando foram produzidos 211.897 unidades do produto, e ainda, os condicionadores de ar de janela ou parede de corpo único, totalizando 697.213 unidades de janeiro a setembro de 2010, contra 340.594 unidades em igual período de 2009, variação de 104,71%.

Outros destaques da pauta de produção do PIM são receptor de sinal de televisão (5.496.909 unidades e crescimento de 24,78%), home theater (476.008 unidades e crescimento de 34,10%), câmera fotográfica digital (2.088.019 unidades e crescimento de 54,50%), monitores com tela LCD – uso em Informática (1.322.608 unidades e crescimento de 78,25%), rádios aparelhos, reprodutores e gravadores de áudio – não portátil (675.414 unidades e crescimento de 84,69%), telefone celular (14.678.689 unidades e crescimento de 13,82%) e forno microondas (2.748.111 unidades e crescimento de 31,47%).

 

registrado em: , ,