Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Faturamento do PIM chega a US$ 6,806 bilhões no primeiro trimestre

Notícias

Faturamento do PIM chega a US$ 6,806 bilhões no primeiro trimestre

Os indicadores apontam que, dentre os setores industriais com melhor incremento de produção, destacam-se o de Duas Rodas e o Metalúrgico.
publicado: 20/05/2008 00h00 última modificação: 22/07/2016 11h42

O faturamento do Pólo Industrial de Manaus (PIM) atingiu US$ 6,806 bilhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 25,55% em relação ao mesmo período do ano passado, quando as empresas do PIM alcançaram a marca de US$ 5,421 bilhões. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (20), pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA).

Os indicadores apontam que, dentre os setores industriais com melhor incremento de produção, destacam-se o de Duas Rodas, com faturamento de US$ 2,003 bilhões e crescimento de 50,04%, e o Metalúrgico, que faturou US$ 463,420 milhões e cresceu 36,55%. Outros setores que mais se destacaram foram Relojoeiro (US$ 55,788 milhões e crescimento de 34,66%), Mecânico (US$ 179,140 milhões e crescimento de 22,31%) e Ótico (US$ 27,089 milhões e crescimento de 22,79%). O setor Eletroeletrônico lidera o índice de maior valor, totalizando US$ 2.761 bilhões contra US$ 2,347 bilhões no comparativo com o primeiro trimestre de 2007, contabilizando elevação de 17,61%.

Em relação à produção, os televisores com tela de LCD e tela de plasma continuam registrando índices crescentes. De janeiro a março, foram fabricadas 389.924 mil unidades de aparelhos de TVs com tela de LCD, um percentual 343,20% maior que o mesmo período de 2007, cuja produção alcançou 87.980 mil unidades. Foram produzidas ainda 56.211 mil aparelhos de TVs de plasma, alta de 45,81% em comparação com mesmo período do ano anterior, quando a produção atingiu 38.550 mil unidades. O aumento da produção desses aparelhos segue a tendência mercadológica de substituição das TVs com tubo de imagem.

A expansão do consumo do mercado nacional está propiciando o avanço da produção de motocicletas, que ultrapassou o patamar de 587 mil unidades, acumulando alta de 26,13% no mesmo período de comparação. Os aparelhos de telefonia celular também seguem a trilha de crescimento. No acumulado do primeiro trimestre, foram produzidos 5,512 milhões de unidades, contra 3,358 milhões de aparelhos fabricados no ano anterior, registrando crescimento de 64,14%. Houve ainda incremento de 39,64% na produção de receptor - decodificador de sinal digital (via cabo, satélite e transmissão local terrestre) – que passou de 1,003 milhão para 1,401 milhão de unidades produzidas (elevação de 39,64%).

Também registraram melhores índices de aumento na produção os seguintes produtos: compact disc – inclusive CD-Rom (alta de 53,67%); rádios e aparelhos reprodutores e gravadores de áudio – portátil (alta de 25,53%); auto-rádio e aparelhos reprodutores de áudio (alta de 52,16%); microcomputadores – inclusive portátil (alta de 22,57%) e monitores com tela de LCD – uso em informática (alta de 9,28%).

Exportações
As exportações do PIM registram bons resultados. Comparando os primeiros três meses do ano, com o mesmo período de 2007, as vendas ao mercado externo registraram alta de 16,94%, totalizando US$ 233,319 milhões. Entre as principais causas apontadas para o desempenho positivo estão a retomada das exportações de aparelhos celulares e o estreitamento da parceria comercial do pólo com países vizinhos, bem como com outros blocos econômicos.

Quanto ao número de mão-de-obra, o PIM contabiliza 102.083 mil empregos diretos em março de 2008, tomando como base dados fornecidos por 404, das aproximadamente 500 empresas instaladas no parque fabril local. Em março do ano anterior, os postos de trabalho atingiram a casa de 95.194 mil para um número informante de 405 indústrias.

Segundo o superintendente adjunto de Projetos da Zona Franca de Manaus, Oldemar Ianck, os números apresentados no primeiro trimestre permitem antever a manutenção do processo de crescimento do PIM, com destaque especial para a retomada do crescimento da exportação.

 

registrado em: , ,