Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Faturamento do PIM em novembro tem crescimento de 37,64%

Notícias

Faturamento do PIM em novembro tem crescimento de 37,64%

Em relação aos empregos, foram ocupados 97,2 mil postos, um recuo de 1,58% sobre outubro quando eram mantidas 98,7 mil vagas.
publicado: 12/01/2010 00h00 última modificação: 09/05/2016 17h28

O Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou crescimento de 37,64% no faturamento de novembro que somou US$ 2,898 bilhões, contra o do mesmo período de 2008 (US$ 2,105 bilhões). Na comparação com outubro, quando as indústrias registraram US$ 3,033 bilhões (o segundo melhor resultado mensal da série histórica do PIM), houve queda de 4,43%.

No acumulado de janeiro a novembro, o faturamento do polo caiu 18,09% em relação ao acumulado de 2008. Nos nove primeiros meses de 2008 as vendas somaram US$ 28,619 enquanto que no mesmo período de 2009 o total foi de US$ 23,443 bilhões.

Em relação aos empregos, foram ocupados 97,2 mil postos, um recuo de 1,58% sobre outubro quando eram mantidas 98,7 mil vagas. Em relação a novembro de 2008, com 110 mil empregos, a queda é de 11,70%.

Os dados dos Indicadores de Desempenho do Polo Industrial de Manaus apontam que o faturamento das indústrias manteve-se acima dos R$ 2 bilhões desde junho como o previsto pela SUFRAMA, que mantém a projeção de encerrar o ano com US$ 26 bilhões. “Embora novembro tenha registrado valor inferior ao mês anterior, que foi excepcional em vendas, o PIM manteve crescimento por seis meses consecutivos, de maio a outubro, em um ano de crise. É com base neste cenário que estimamos um crescimento de 10% no faturamento para 2010”, afirma a superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Skrobot Grosso.

Entre os setores, o polo Eletroeletrônico, incluindo bens de informática, registrou alta de 46,20%, em novembro com faturamento de US$ 1,419 bilhão, na comparação com o mesmo mês de 2008 (US$ 971,066 milhões). O resultado praticamente ficou estável com o faturamento de outubro (US$ 1,431 bilhão). No acumulado do ano, o resultado é 16,88% inferior ao alcançado em 2008. De janeiro a novembro de 2009, o setor eletroeletrônico somou US$ 10,358 milhões, enquanto que no mesmo período do ano anterior, o faturamento foi de US$ 12,462 milhões.

Em novembro de 2009, o setor de Duas Rodas faturou US$ 498,2 milhões, uma alta de 29,49 % sobre novembro de 2008 com US$ 384,7 milhões. O polos sofreu queda de 33,22% no faturamento acumulado refletindo o impacto da crise neste setor. Foram US$ 4,882 bilhões de janeiro a novembro, contra US$ 7,311 bilhões em 2008. Sobre outubro de 2009 (US$ 581,6), milhões a queda é de 14,32%.

Entre os resultados positivos no faturamento de janeiro a novembro, o destaque é o setor de bebidas com 69,78% de crescimento. Foram US$ 156,7 milhões registrados em 2009, contra o US$ 92,2 milhões, em 2008. Também houve alta de 6,79% no faturamento acumulado do polo mecânico que somou US$ 776,2 milhões. No ano anterior, o valor dos nove primeiros meses ficou em US$ 726,8 milhões. O polo químico praticamente empatou o faturamento acumulado de 2008 (US$ 2,770 bilhões) somando US$ 2,771 bilhões em 2009.

Produção
A produção de unidade evaporadora para ar-condicionado split teve crescimento de 46,93% no acumulado do ano. Foram 245,7 mil aparelhos em 2009 e 167,2 mil, em 2008. Já a produção de unidades condensadoras do mesmo tipo de ar-condicionado cresceu 60,86% com 339,9 mil unidades em 2009, contra 21,3 mil, em 2008.

A produção de home theater chegou a 498,2 mil unidades no acumulado do ano, contra 349,8 mil unidades no acumulado de 2008, um crescimento de 42,43%. Televisor com tela de LCD teve alta na produção de 26,31%. Em nove meses de 2009 foram produzidos 3,246 milhões de unidades. Em 2008, de janeiro a novembro, foram 2,569 milhões de unidades.

No caso do compact disc (CD), inclusive CD-Room, houve alta, no acumulado, de 20,82% com 621,5 milhões de unidades produzidas, contra 514,4 milhões de 2008. A produção de Câmera fotográfica digital cresceu 15,80% com 2 milhões de unidades de janeiro a novembro, contra 1,8 milhão no mesmo período de 2008. A produção de Forno microondas alcançou 2,8 milhões de unidades no acumulado de 2009, um crescimento de 23,95% sobre as 2,3 milhões de unidades do exercício anterior.

A produção de Motocicletas caiu 41,93% no acumulado com 1,2 milhão de motos em 2009 contra 2,2 milhões de unidades em 2008.

 

registrado em: , ,