Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Faturamento do PIM no bimestre é de US$ 5,8 bilhões

Notícias

Faturamento do PIM no bimestre é de US$ 5,8 bilhões

Resultado foi impulsionado pelas vendas do setor Eletroeletrônico, Bens de Informática e Duas Rodas.
publicado: 12/04/2011 00h00 última modificação: 20/04/2016 15h34

Impulsionado pelas vendas do setor Eletroeletrônico, Bens de Informática e Duas Rodas, o Polo Industrial de Manaus (PIM) somou, no primeiro bimestre, faturamento de US$ 5,879 bilhões contra US$ 4,552 bilhões de janeiro a fevereiro do ano passado, com crescimento de 29,17% no período. O desempenho da indústria, em fevereiro gerou faturamento de US$ 3,048 bilhões, alta de 37,01% em comparação com o resultado de fevereiro de 2010, quando o valor atingido foi de US$ 2,225 bilhões.

Até fevereiro foram gerados 111.558 mil empregos diretos no PIM enquanto que o total em fevereiro do ano passado foi de 96.687 postos. “Os dados dos indicadores do Polo Industrial de Manaus indicam o bom momento da economia. O resultado de fevereiro mantém a trajetória de crescimento dos indicadores, assim como aconteceu em janeiro. Nesse ritmo, o PIM deve confirmar a projeção de alta do faturamento da ordem de 10% a 12%”, avalia a superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Skrobot Barbosa Grosso. A SUFRAMA projeta crescimento do faturamento em 2011 entre US$ 38 bilhões a US$ 40 bilhões, contra US$ 35 bilhões do ano passado.

Entre os subsetores, o destaque no faturamento é o de Eletroeletrônico (exceto Bens de Informática) que no bimestre atingiu faturamento de US$ 1,789 bilhão, alta de 24,65%, sobre o faturamento do igual período de 2010 (US$ 1,543 bilhão). Em fevereiro as indústrias do setor registraram US$ 1 bilhão contra US$ 730 milhões de fevereiro do ano passado. O de Bens de Informática totalizou em janeiro e fevereiro US$ 494 milhões, enquanto que no mesmo período do exercício anterior o faturamento foi de US$ 406 milhões, uma diferença de 21,78%.

Segundo setor em participação no faturamento do PIM, o Polo de Duas Rodas, alcançou US$ 1,393 bilhão em vendas nos dois primeiros meses do ano, superando os US$ 919 milhões de janeiro e fevereiro do ano passado, com uma diferença de 51,52%. No mesmo período, o setor Químico somou US$ 726 milhões, com alta de 18,57% sobre os US$ 612 milhões do primeiro bimestre de 2010.

Com o apelo do preço em queda, das condições de pagamento e da atualização tecnológica, a TV com tela de cristal líquido (LCD) chegou ao fim dos dois meses (janeiro e fevereiro) com 1,094 milhão de aparelhos produzidos, registrando alta de 11,51% em relação ao primeiro bimestre do ano passado com 981,8 mil unidades. Os números comprovam a preferência do consumidor pelo TV de LCD uma vez que, no mesmo período, caiu a produção do TV de Plasma (queda de 29,22%) e do TV de CRT (53,77%).

A produção de telefones celulares cresceu 54,10% no bimestre com uma produção de US$ 2,794 bilhões. Destaque também para a produção de relógios de pulso que cresceu 99,21% com produção no bimestre de US$ 1,424 bilhão contra US$ 715 milhões no mesmo período do ano passado. Já a produção de micromputadores (inclusive portátil) mais que dobrou. Salto de 246,93% no bimestre com 137,5 mil unidades contra as 39 mil unidades do igual período de 2010.