Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Faturamento do PIM no quadrimestre soma R$ 21.4 bilhões

Notícias

Faturamento do PIM no quadrimestre soma R$ 21.4 bilhões

Os empregos de janeiro a abril (116.933) superam os gerados no quadrimestre de 2011 (115.109), mas tiveram recuo na comparação com os postos ocupados até março (117.884).
publicado: 14/06/2012 00h00 última modificação: 21/03/2016 11h59

O faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) de janeiro a abril totalizou R$ 21.4 bilhões, contra R$ 20.9 bilhões no igual período do ano passado, uma alta de 2,17%. Na conversão para o dólar, o valor somado é de US$ 11.9 bilhões, em 2012 e US$ 12.7 bilhões, no quadrimestre de 2011, uma queda de 6,04%. “Há que considerar que o dólar não valia tanto em 2011 quanto está valendo agora. Com isso o resultado é positivo para o PIM, apesar de questões pontuais que são as vendas de motocicletas e ar-condicionados. Mas o governo federal tem tomado medidas que resguardam as vantagens competitivas da Zona Franca de Manaus”, afirma o superintendente da autarquia, Thomaz Nogueira.

Os empregos de janeiro a abril (116.933) superam os gerados no quadrimestre de 2011 (115.109), mas tiveram recuo na comparação com os postos ocupados até março (117.884).

O desempenho do PIM foi afetado em especial pelos resultados nas vendas de motocicletas e ar-condicionado split. A produção de motocicletas aponta queda de 7,72% com 660,2 mil unidades produzidas de janeiro a abril, contra 715,4 mil motos do primeiro quadrimestre do ano passado. O faturamento do polo de Duas Rodas registrou uma queda de 5,52% com US$ 2.72 bilhões enquanto que o resultado de janeiro a abril do ano passado foi de US$ 2.88 bilhões. Já o outro segmento do setor de Duas Rodas, o de bicicletas segue trajetória positiva no período, com crescimento de 32,23%. De janeiro a abril, foram produzidas 281 mil unidades. No mesmo período do ano passado, o total produzido foi de 213 mil.

No caso do ar-condicionado split, a queda da produção foi de 56,54% (336,4 mil aparelhos no acumulado de 2012, resultado inferior ao mesmo período de 2011 quando foram produzidos 774 mil condicionadores).

O governo federal aprovou medidas que elevam as alíquotas do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para quem produz fora da Zona Franca de Manaus, motos, condicionadores e fornos microondas. “A expectativa é que haja uma recuperação desses setores nos próximos meses com a medida. No caso do polo de Duas Rodas, é preciso também que o setor financeiro recupere a confiança no mercado para voltar a liberar mais créditos ao consumidor final”, avalia Thomaz Nogueira.

A produção de microondas no quadrimestre teve alta de 8,33% com 1,4 milhão de fornos produzidos, contra 1,3 milhão de janeiro a abril do ano passado.

Houve recuo no faturamento, em dólar, do setor Eletroeletrônicos (incluindo Bens de Informática), com US$ 5.21 bilhões, uma queda de 2,45%, na comparação com o quadrimestre de 2011 (US$ 5.34 bilhões). Na conversão para real, no entanto, o crescimento é de 6,24% com R$ 9.33 bilhões no acumulado de 2012 enquanto que o valor do respectivo período de 2011 somou R$ 8.78 bilhões.

Com faturamento de US$ 78.66 milhões, o setor de Bebidas superou em 11,81% o resultado de janeiro a abril do ano passado (US$ 70.35 bilhões). Em real, o faturamento evoluiu de R$ 115,8 milhões, em 2011, para R$ 141,3 milhões, no quadrimestre de 2012, alta de 22%.

Produtos
Tiveram destaques na produção de janeiro a abril, os itens: receptor de sinal de TV (alta de 14,53%), telejogo (crescimento de 215,60%), telefone celular (crescimento de 17,13%), televisor com tela de LCD (alta de 37,68%) e televisor com tela de plasma (variação positiva de 33,14%).