Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Faturamento do PIM supera R$ 34 bilhões no semestre

Notícias

Faturamento do PIM supera R$ 34 bilhões no semestre

Resultado apurado no período entre janeiro e junho de 2016 apresentou decréscimo de 8,99%, em moeda nacional, em relação ao mesmo intervalo do ano passado
por Enock Nascimento publicado: 11/08/2016 17h58 última modificação: 11/08/2016 17h58

O Polo Industrial de Manaus (PIM) faturou R$ 34,6 bilhões entre janeiro e junho, o que representa um decréscimo de 8,99% em relação ao mesmo período do ano passado (R$ 38,05 bilhões). Em dólar, o faturamento do semestre foi de US$ 9.62 bilhões, significando queda de 25,25% na comparação com o mesmo intervalo de 2015 (US$ 12.82 bilhões). Comparando-se o primeiro semestre deste ano com o do ano passado, a moeda americana teve valorização média de 22,61%.

As exportações do PIM totalizaram R$ 873,8 milhões no semestre, indicando aumento de 0.91% ante igual período do ano passado.

O subsetor Eletroeletrônico continua como o maior responsável pelo faturamento total do PIM, com 27,28% de participação. Depois vêm, respectivamente, os subsetores de Bens de Informática, com 18,12% de participação, Duas Rodas, com 15,67%, e Químico, com 15,44%.

Em relação ao primeiro semestre de 2015, os segmentos que apresentaram crescimento no faturamento, em moeda nacional, foram: Bens de Informática do Polo Mecânico (98,66%), Beneficiamento de Borracha (27,27%), Madeireiro (21,11%), Brinquedos – exceto Bens de Informática (18,29%), Têxtil (15,40%), Isqueiros, Canetas e Barbeadores Descartáveis (11,55%), Químico (6,30%), Relojoeiro (3,32%) e Metalúrgico (1,62%).

Microcomputadores desktop (325,06%), televisores em cores (496,12%), rádios e aparelhos portáteis de gravação de áudio – tipo mp3, mp4 – (33,78%) e lâminas e cartuchos (10,42%) destacam-se entre os produtos que alcançaram aumento de produção no primeiro semestre deste ano quando comparados com os resultados obtidos no mesmo período do ano passado.

Empregos

No mês de junho foi registrada a ocupação de 82.721 postos de trabalho, entre mão de obra efetiva, temporária e terceirizada, o que representa a segunda melhor marca mensal do ano e um aumento de 0,38% em relação ao mês anterior, quando o número estava em 82.408 postos. A média mensal no primeiro semestre de 2016 ficou estabelecida em 84.206 empregos.

A superintendente da SUFRAMA, Rebecca Garcia, explica que os Indicadores de Desempenho do PIM referentes ao mês de junho começam a revelar uma recuperação da atividade industrial. “Ainda não é possível indicar reversão do ciclo recessivo, porém, já visualizamos, por exemplo, um leve aumento no número de empregos no mês de junho em comparação com maio. A SUFRAMA segue, dentro do seu alcance, planejando e adotando medidas para a melhora do quadro socioeconômico da região e esperamos que já possamos perceber um avanço gradual nos indicadores neste segundo semestre”, destacou.