Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Fórum debate sobre ações de fomento à economia

Notícias

Fórum debate sobre ações de fomento à economia

No IV Fórum Nacional do Comércio, evento realizado nos dias 17 e 18 de setembro em Brasília, e criado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal, a Suframa foi representada pelo titular da Autarquia, Alfredo Menezes.
por Márcio Gallo publicado: 19/09/2019 16h35 última modificação: 19/09/2019 17h47

Durante o IV Fórum Nacional do Comércio, evento realizado nos dias 17 e 18 de setembro em Brasília, criado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) foi representada pelo titular da Autarquia, Alfredo Menezes, que acompanhou as discussões acerca de iniciativas que visam ao fomento da economia brasileira e da ampliação da competitividade das empresas do setor comercial e de serviços.

Na ocasião, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), Carlos da Costa, destacou o compromisso do governo federal com o segmento, reforçando as ações que tem por objetivo melhorar os níveis de emprego a partir da melhora no ambiente de negócios no País. "O que gera emprego é o aumento da produtividade e da competitividade", disse.

Dentre algumas iniciativas apresentadas para alcançar os objetivos informados pelo secretário especial está a proposta de modernização das empresas por meio da automação das atividades. A Indústria 4.0, conforme afirmou o superintendente da Suframa, é uma realidade que precisa ser efetivamente consolidada no Brasil e, mais especificamente, na Zona Franca de Manaus (ZFM). "Temos tratado desse tema com a relevância necessária para que possamos estar alinhados com a forma de atuação das empresas globais, e assim obtermos índices crescentes de produtividade e o acréscimo da competitividade nacional. Recentemente estive num grande polo da Indústria 4.0 na Alemanha para articularmos ações voltadas ao pleno desenvolvimento desta atividade na Zona Franca de Manaus, o que com certeza vai gerar benefícios à sociedade brasileira", pontuou.