Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Gestores de Tecnologia e Inovação se reúnem na FIAM

Notícias

Gestores de Tecnologia e Inovação se reúnem na FIAM

A Inovação é um dos temas que está sendo amplamente discutido na sétima Feira Internacional da Amazônia (VII FIAM).
por Layana Rios publicado: 28/11/2013 12h43 última modificação: 16/02/2016 13h44

A Inovação é um dos temas que está sendo amplamente discutido na sétima Feira Internacional da Amazônia (VII FIAM). Começou, nesta quinta-feira (28), o Seminário de Inovação e Tecnologia no Desenvolvimento da Amazônia Brasileira, no Studio 5 Centro de Convenções, como um dos oito temas da Jornada de Seminários 2013.

Coordenado pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), o seminário tem o objetivo de discutir estratégias e mecanismos para Inovação na Amazônia, além de apresentar produtos e serviços desenvolvidos pelas Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs), Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica nacionais e internacionais. “Estão presentes no seminário representantes da linha de polos tecnológicos, de inovação e de coordenação em rede. Como este é um mês de uma série de eventos em Inovação, agregamos ainda mais valor ao seminário trazendo o Fórum dos Gestores de Tecnologia e Inovação da região Norte (Fortec)”, afirmou a coordenadora de Extensão Tecnológica em Inovação do Inpa, Rosângela Bentes, que coordena o Seminário de Inovação.

A abertura do seminário contou com uma palestra magna realizada pelo diretor geral do Polo Tecnológico de Navacchio (Itália), Alessandro Giari, que também é presidente da Associação Italiana de Parques de Ciência e Tecnologia e coordenador do Polo de Inovação em Tecnologia de Informação e Comunicação e Robótica da Toscana. Giari apontou o desafio do Polo Industrial de Manaus (PIM) de passar a desenvolver tecnologias e produtos nas fábricas instaladas na cidade, uma vez que atualmente o capital tecnológico é transferido das unidades-sede das fábricas e, em Manaus, é realizado somente o processo de produção. “Não é aqui que se decide a estratégia de manufatura, precisamos criar condições não somente mecânicas e eletrônicas, mas também de produzir e inovar o processo produtivo para que não haja risco desse modelo entrar em crise”, afirmou.

O diretor do Polo Navacchio destacou ainda a importância de criar novos instrumentos e serviços para novos investimentos na Amazônia por meio de parcerias e transferências de tecnologias. “Penso que este seja um momento estratégico para a região amazônica, com a necessidade de encontrar novos caminhos e desenvolver modificações a despeito da situação atual”, afirmou. Desde 2009, o Polo Navacchio visita o PIM e já realizou parcerias com empresas, incubadoras e instituições como a Superintendência da Zona Franca de Manaus e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Programação
O primeiro painel do evento tratou sobre estratégias para Inovação de acordo com a necessidade de mercado e as demandas futuras, que, de acordo com Rosângela Bentes, é uma necessidade de todas as instituições públicas e privadas da Amazônia. “Como a cultura Inovação é recente na região, com aproximadamente dez anos, ela ainda está se consolidando e mudando constantemente”, explicou.

O painel seguinte abordou a relação entre governo, academia e empresa na articulação e atuação dos arranjos institucionais de Inovação. “A competitividade de empresas e outras organizações depende crescentemente da amplitude das redes em que participam e também da promoção do desenvolvimento econômico e social”, observou Rosângela.

O seminário segue na sexta-feira (29), com mais dois paineis sobre transferência tecnológica em prol do desenvolvimento socioeconômico da Amazônia e sobre os desafios para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos, seguidos da apresentação de quatro cases de sucesso de empresas amazonenses baseadas em estratégia de inovação: o Tambaqui de Banda, restaurante e delivery especializado na venda de peixes regionais; Jutica, empresa de Tefé que trabalha com produtos regionais, em especial a Juta; Ingresse, empresa que vende ingressos online de shows e eventos em geral; e Harmonia Nativa, que trabalha com cosméticos confeccionados com essências e produtos da floresta amazônica.

Pela tarde acontece ainda a reunião do Fórum de Gestores de Inovação e Transferência Tecnológica (Fortec Norte 2013), com convidados de São Paulo, Roraima, Rio de Janeiro e representantes ligados à área de inovação da Itália e Portugal, encerrando a programação acadêmica.

Espaço Inovação
Para os visitantes da FIAM 2013 interessados no tema, o Inpa coordena ainda o estande do Espaço Inovação, localizado no pavilhão principal da Feira. O estande reunirá gestores de instituições que possuem Núcleos de Inovação Tecnológica e incubadoras de empresas de base tecnológica para esclarecimentos e apresentações sobre a interação entre pesquisa e o mundo empresarial – que envolve atividades de transferência de tecnologia, empreendedorismo e atendimento de demanda de mercado. Além do Inpa, o Espaço conta com a participação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Instituto Federal de Ciência, Educação e Tecnologia do Amazonas (Ifam). O pavilhão principal é aberto ao público em geral na sexta-feira (29) e sábado (30), das 15h às 22h.

registrado em: , , ,