Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Governos do Brasil e Alemanha decidem sobre aplicação de recursos em projetos de C&T&I

Notícias

Governos do Brasil e Alemanha decidem sobre aplicação de recursos em projetos de C&T&I

Projetos para concorrer aos recursos da comunidade europeia e do governo brasileiro que podem chegar a dez milhões de euros.
publicado: 06/05/2010 00h00 última modificação: 02/05/2016 16h11

O workshop Ano do Brasil-Alemanha de Ciência Tecnologia e Inovação encerrou ontem, reunindo cientistas do Brasil e Alemanha e diversas instituições convidadas que apresentaram projetos para concorrer aos recursos da comunidade europeia e do governo brasileiro que podem chegar a dez milhões de euros.

Estava programado para o segundo dia de debate (06/05), tomar a decisão de quais projetos seriam contemplados. Porém dada a importância dos projetos apresentados e também de seu impacto social nas áreas de medicina tropical e de proteção ambiental, o grupo de cientistas resolveu submeter ao governo brasileiro por meio do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) e à comunidade europeia as duas alternativas para que nessa instância superior seja decidido se serão contempladas as duas áreas ou uma delas apenas será atendida.

Apresentaram demandas: Petrobras, Fundação de Medicina Tropical, Vexsa, CERTI, Fraunhofer ENAS, CTI (MCT), UFPE, Leti Minatec, TQ systems e Siemens medical. As propostas selecionadas deverão ser apresentadas em julho e os recursos liberados em outubro. O que ficou já definido foram os consórcios do lado europeu e do lado brasileiro. Serão quatro institutos de pesquisa de cada lado. No Brasil: Centro de Tecnologia da Informação de Campinas (CTI), UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), Instituto CERTI de Florianópolis, Hospital de Medicina Tropical. O consórcio da Europa será formado por: Fraunhofer ENAS, Leti Minatec, Siemens medical, TQ systems.