Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Grupo-tarefa vai mapear novos projetos de desenvolvimento para o Amapá

Notícias

Grupo-tarefa vai mapear novos projetos de desenvolvimento para o Amapá

O grupo terá a missão de elaborar projetos em áreas estratégicas como formação de capital intelectual, logística e infraestrutura.
por Diego Queiroz publicado: 09/07/2009 00h00 última modificação: 09/06/2016 17h39

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) realizou nesta quinta-feira, 9 de julho, em Macapá (AP), no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amapá (Fieap), mais uma etapa dos seminários de discussão para potencialização das Áreas de Livre Comércio (ALCs) dos Estados da Amazônia Ocidental e do Estado do Amapá.

Além de apresentar os principais pontos do planejamento estratégico revisado e atualizado da SUFRAMA e possibilitar debates sobre a importância histórica da atuação da autarquia no contexto do desenvolvimento socioeconômico do Amapá, o encontro teve como principal resultado a formação de um grupo-tarefa com diversos representantes das classes empresarial, comercial e acadêmica, instituições públicas e órgãos de empreendedorismo do Amapá. O grupo terá a missão de elaborar, até o final deste mês, projetos em áreas estratégicas como formação de capital intelectual, logística e infraestrutura, que subsidiarão um Projeto de Lei a ser apresentado pela SUFRAMA ao Poder Executivo, nos próximos meses, objetivando o descontigenciamento dos recursos da autarquia. A primeira reunião do grupo-tarefa constituído em Macapá está marcada para a próxima quarta-feira (15), no auditório da Universidade Estadual do Amapá (Ueap), a partir das 9h.

“Saímos muito satisfeitos com o nível de envolvimento das instituições locais e a ampla representatividade do grupo-tarefa formado. Assim como em Macapá, a realização do seminário e a formação dos grupos-tarefas estão ocorrendo paralelamente nos Estados do Acre, Rondônia e Roraima, uma vez que a articulação técnica e política entre os Estados da Amazônia Ocidental e o Estado do Amapá é a proposta que achamos ser mais adequada com vistas ao descontingenciamento dos recursos da SUFRAMA e à execução de propostas de investimentos em todos os Estados da nossa área de atuação”, afirma Ana Virgínia Aguiar, coordenadora do Escritório de Gestão Estratégica da autarquia.

O secretário especial de Desenvolvimento Econômico do Estado do Amapá, Antônio Carlos Farias, elogiou a postura da SUFRAMA de discutir com os Estados uma solução para o descontigenciamento. “É uma iniciativa muito importante porque a SUFRAMA vive um momento difícil e, com isso, todos os Estados que são beneficiados com seus recursos também passam por dificuldades”, afirmou Farias. O superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae/AP), João Carlos Alvarenga, segue a mesma linha de pensamento. “O mais importante dessa reunião não é necessariamente a apresentação de projetos, mas a força política que estamos construindo, articulando ações entre diversas instituições”, disse Alvarenga.

O seminário realizado em Macapá foi o penúltimo da série de quatro seminários que a SUFRAMA está promovendo desde o final do mês de junho nas capitais dos Estados da Amazônia Ocidental (Acre, Rondônia e Roraima) e no Estado do Amapá.

O seminário conclusivo na programação da autarquia será realizado no próximo dia 28 de julho, em Porto Velho (RO). Na ocasião, serão reunidos todos os grupos-tarefas constituídos nos seminários anteriores em um evento coletivo para análise dos trabalhos desenvolvidos.