Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Incremento da exportação da ZFM é debatido na SUFRAMA

Notícias

Incremento da exportação da ZFM é debatido na SUFRAMA

Cerca de 25 participantes, entre representantes industriais, do governo do Estado e operadores logísticos, estiveram presentes ao evento que foi organizado pela Coordenação Geral de Comércio Exterior da autarquia.
por Márcio Gallo publicado: 18/11/2016 16h51 última modificação: 18/11/2016 18h57

Com a proposta de debater sobre os principais gargalos para a exportação de produtos da Zona Franca de Manaus (ZFM), foi realizada nesta sexta-feira (18), na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), a I Reunião Executiva sobre Logística voltada para a Exportação de Produtos da ZFM. Cerca de 25 participantes, entre representantes industriais, do governo do Estado e operadores logísticos, estiveram presentes ao evento que foi organizado pela Coordenação Geral de Comércio Exterior (Cogex) da autarquia.

Na ocasião, o diretor adjunto da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Augusto Rocha, fez uma apresentação sobre ações que podem aumentar a competitividade dos produtos oriundos da Zona Franca de Manaus, em especial do Polo Industrial de Manaus (PIM). Segundo Rocha, iniciativas que incrementem a competitividade da ZFM podem reverter o quadro de exportação de produtos da região, considerado baixo pelo potencial existente em diversos segmentos produtivos. “Ações continuadas que levem garantias ao empresariado local podem aumentar os investimentos e o grau de competitividade dos produtos da região. Temos diversas oportunidades de melhorias identificadas pela Federação e pelo Centro das Indústrias do Estado”, pontuou Rocha.

A coordenadora geral da Cogex/SUFRAMA, Sandra Almeida, destacou que o governo federal tem buscado atuar em diversas frentes para aumentar a competitividade dos produtos nacionais, como na revisão dos Acordos de Complementação Econômica (ACEs) que o Brasil firma com outros países. “Há também o Portal Único de Comércio Exterior, criado com o objetivo de reformular os processos de importação, exportação e trânsito aduaneiro. Desta forma, todo o processo será mais célere e eficiente para a indústria”, disse Sandra.

Alguns representantes presentes ainda destacaram pontos que podem ser explorados para a solução de gargalos logísticos e melhor aproveitamento das oportunidades que o comércio exterior pode proporcionar à Zona Franca de Manaus.

A discussão gerou propostas que foram registradas e serão apresentadas pela SUFRAMA ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), a fim de se buscar um melhor aproveitamento do potencial dos produtos da ZFM no mercado internacional.