Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Inovação e pioneirismo na história da ZFM

Notícias

Inovação e pioneirismo na história da ZFM

Com diversidade de produtos fabricados no Polo Industrial de Manaus a partir de 1996, LG Electronics reforçou a importância da Zona Franca de Manaus no cenário brasileiro e internacional.
por Márcio Gallo publicado: 17/06/2019 17h08 última modificação: 17/06/2019 18h23

A trajetória da empresa LG Electronics no Polo Industrial de Manaus (PIM), cuja atividade iniciou em 1996, demonstra que grandes empresas contam não apenas com um nome estabelecido no mercado mundial, mas com a busca pelo retorno social e pela inovação de seus produtos. Com uma marca reconhecida, a empresa reforçou a importância da Zona Franca de Manaus (ZFM) no cenário brasileiro e internacional, quando sua planta fabril na região passou a produzir televisores e produtos de áudio e vídeo, com diferencial tecnológico e pioneirismo, sendo os primeiros a produzir em Manaus o DVD, televisores com tela de Plasma, televisores com tecnologia OLED e, mais recentemente, o projetor com sintonizador integrado e caixa acústica portátil Smart, conforme informou os dirigentes industriais durante reunião com representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) realizada na sexta-feira (14/06), na fábrica da empresa no Distrito Industrial de Manaus.


Na ocasião, estavam presentes o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, além de todos os superintendentes adjuntos e técnicos de diversas coordenações da Autarquia, que foram recebidos pelo presidente da LG Electronics Manaus, Jin Lee, pelo gerente geral da planta, Nelson Gouvêa, e por Mauro Apor, Relações Governamentais da LG e vice-presidente da linha marrom da ELETROS.


Com 220 mil metros quadrados, o complexo industrial da empresa conta com seis prédios, onde hoje são fabricados produtos de áudio e vídeo, além de condicionadores de ar Inverter, sendo uma das pioneiras no Brasil a atuar com esta tecnologia. "Nos adaptamos às tendências de mercado ao longo dos anos e diversificamos nossos produtos, sempre buscando diferenciais inovadores para cada um deles, como no caso dos condicionadores de ar. Acreditamos no potencial do ar condicionado Inverter e queremos ampliar nossos investimentos", disse Nelson Gouvêa.


O presidente da LG Electronics Manaus, Jin Lee, reforçou a trajetória da empresa na Zona Franca de Manaus e afirmou que "graças ao apoio da Suframa conseguimos trazer muito investimento para nossa unidade. Cada vez mais pudemos melhorar nossa execução operacional, o que nos levou, há alguns anos, a receber o reconhecimento de melhor subsidiária da LG Electronics no mundo. Poucos poderiam imaginar que isso aconteceria", lembrou.


Lee ainda comentou que "temos, atualmente, cerca de dois mil funcionários efetivos e temporários. Com os terceirizados, chegamos a quase três mil. Isso é importante para nós, pois todo o bom trabalho que conseguimos é fruto do espírito de equipe, com o apoio dos colaboradores e de órgãos públicos, como a Suframa. A LG pensa o futuro e vamos fazer de tudo para trazer novos investimentos para Manaus e, assim, mostrar nossa competência para crescer e agregar valor para a vida das pessoas da região".


O titular da Suframa agradeceu por todo esforço e confiança da empresa no modelo Zona Franca de Manaus. "Reconhecemos o trabalho do senhor, sua equipe, dos seus antecessores e a confiança que tiveram no povo amazonense e no governo brasileiro. O fato de estarem aqui muito contribui para a defesa da nossa Amazônia, para o desenvolvimento e para que possamos manter esse patrimônio cultural, social e ambiental, que é a floresta em pé, importante não só para o País, mas para o mundo", afirmou.


Menezes ainda pontuou que a determinação do presidente Jair Bolsonaro é de que se busque contribuir com a melhora do ambiente negocial no País. "Por este motivo, estamos abertos a todos os que quiserem apresentar suas demandas, para que possamos debater e buscar soluções em conjunto. O Brasil passa, no momento, por reformas estratégicas que darão segurança jurídica para que os investimentos melhorem todo ambiente de negócios do País", finalizou.