Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Instituições firmam pacto para o desenvolvimento da liderança sustentável no Amazonas

Notícias

Instituições firmam pacto para o desenvolvimento da liderança sustentável no Amazonas

Quinze instituições representantes do setor produtivo, poder público, academia e instâncias gestoras do trabalho e emprego participaram da solenidade de adesão ao “Pacto pela educação para o desenvolvimento da liderança sustentável no Amazonas”.
por Diego Queiroz publicado: 25/02/2013 14h23 última modificação: 08/03/2016 16h20

Nesta terça-feira (26), aproximadamente 15 instituições representantes do setor produtivo, poder público, academia e instâncias gestoras do trabalho e emprego participam, no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), da solenidade de adesão ao “Pacto pela educação para o desenvolvimento da liderança sustentável no Amazonas”.

Entre as autoridades que já confirmaram presença no evento estão o vice-governador do Amazonas, José Melo, o superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, o presidente do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, o presidente da Força Sindical do Estado do Amazonas, Vicente Filizzola, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, a presidente nacional da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), Leyla Nascimento, e a presidente da seccional da ABRH no Amazonas, Ozeneide Nogueira.

O “Pacto pela educação para o desenvolvimento da liderança sustentável no Amazonas” terá caráter permanente e será instrumento de sinergia entre as instituições que atuam no Amazonas com projetos e programas ligados fundamentalmente à educação, qualificação pessoal e profissional e geração de emprego e renda – questões estas tratadas pelo acordo como fundamentais à continuidade e sustentabilidade da economia amazonense e, em especial, do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Com ações estratégicas a serem conduzidas por quatro comitês setoriais (indústria; comércio e serviços; produção rural; e instituições de ensino), o pacto terá o capital humano como fonte de acumulação e crescimento econômico, buscando a convergência de ações governamentais, empresariais, acadêmicas, científicas e tecnológicas. “Firmaremos um compromisso público de desenvolver iniciativas coordenadas e coletivas que contribuam para o desenvolvimento sustentável da sociedade amazonense, com foco na educação e no capital intelectual”, afirmou Thomaz Nogueira, superintendente da SUFRAMA.