Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Investimento prepara especialistas para a era da TV digital, do gás natural e da biotecnologia

Notícias

Investimento prepara especialistas para a era da TV digital, do gás natural e da biotecnologia

Os cursos fazem parte de um investimento de R$ 5,6 milhões que a autarquia está aplicando na universidade e que abrange o financiamento de um total de oito cursos.
publicado: 18/03/2008 00h00 última modificação: 25/07/2016 15h58

Parceria entre a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) vai viabilizar a formação de mão-de-obra especializada voltada à distribuição de gás natural, ao desenvolvimento de software (programa) para a TV digital e à biotecnologia, áreas identificadas como estratégicas para o futuro econômico do Amazonas. No setor industrial, por exemplo, a tecnologia digital já está dando novo fôlego à produção de televisores e de set-top box (conversores). Já o gás natural de Urucu irá otimizar o parque energético e servirá de alicerce para o surgimento de novas frentes econômicas, como um pólo gás-químico na Capital do Amazonas.

Os cursos fazem parte de um investimento de R$ 5,6 milhões que a autarquia está aplicando na universidade e que abrange o financiamento de um total de oito cursos. Além disso, o valor também custeará os projetos de aprimoramento do Centro de Informações Toxicológicas do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) para atender as demandas das empresas do Pólo Industrial de Manaus (PIM) e o que vai permitir a construção de indicadores para a avaliação socioeconômica das ações de interiorização do desenvolvimento da SUFRAMA.

Na área de formação de capital intelectual, além dos cursos de especialização em tecnologia de distribuição do gás natural, do treinamento de jovens engenheiros para o desenvolvimento de software para a TV digital e a consolidação do programa multi-institucional de pós-graduação em biotecnologia, a superintendente da SUFRAMA, Flávia Grosso, e o reitor da Ufam, Hidembergue Frota, assinaram convênios para a consolidação do curso de doutorado em informática, o doutorado em planejamento e transporte e a especialização em comércio exterior.

“É muito gratificante assinarmos tantos convênios, como esses com a Ufam, porque significam para a nossa região um futuro melhor, em que poderemos explorar de forma sustentável as riquezas da Amazônia”. A superintendente se refere ao total de R$ 192,2 milhões que a autarquia destinou ao financiamento de projetos que visam o incremento da infra-estrutura econômica, a capacitação e formação de capital intelectual, o apoio a Ciência e Tecnologia (C&T) e à industrialização de produtos regionais em sua área de atuação, a Amazônia Ocidental (Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia) e a Área de Livre Comércio (ALC) de Macapá e Santana, no Estado do Amapá.

O reitor da Ufam destaca a importância da parceria com a Superintendência e afirma que é através de ações como essa que a universidade federal vem conseguindo vencer as dificuldades orçamentárias e crescer no Amazonas. “Estamos expandindo nossa presença no interior graças ao Governo Federal e às emendas parlamentares e convênios como esses que estamos assinando com a SUFRAMA”, ressalta Hidembergue. Nos últimos dez anos, a autarquia investiu R$ 21,199 milhões na Ufam, via convênios.