Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Italianos divulgam inovação em pintura industrial no PIM

Notícias

Italianos divulgam inovação em pintura industrial no PIM

Tecnologia foca na redução de custos, resíduos e de tempo de produção.
publicado: 26/01/2012 00h00 última modificação: 29/03/2016 10h38

Tecnologias inovadoras da Itália na área de pintura industrial com o apelo da redução de custos, resíduos e de tempo de produção foram apresentadas para industriais do Amazonas nesta quinta-feira, 26, na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA). A iniciativa partiu da parceria entre a Associação Italiana das Empresas de Pinturas Industriais (Anver) e a Promos - Empresa Especial da Câmara de Comércio de Milão.

As novidades foram detalhadas em palestras onde os representantes de empresas italianas informaram como funcionam seus processos com foco nas indústrias de Duas Rodas, Eletroeletrônicas e do setor Plástico. Na abertura dos trabalhos, o superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Afonso Nogueira, destacou que é premissa básica da autarquia, realizar ações que ajudem a difundir conhecimento, com ganhos para a produtividade do Polo Industrial de Manaus (PIM). Ainda durante as palestras, Nogueira aproveitou para sensibilizar os empresários italianos sobre a importância do modelo Zona Franca de Manaus para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Ocidental. “A nossa expectativa é de que os senhores (empresários italianos) venham participar de um modelo de desenvolvimento que, embora concentrado em 10 mil quilômetros quadrados, ajuda a preservar e desenvolver mais de 2 milhões de quilômetros quadrados, uma região maior que a Europa Ocidental. Assim os senhores estariam aqui fazendo bons negócios e protegendo o meio ambiente”, defendeu.

Entre as novidades apresentadas pelos empresários italianos, destacam-se o uso de sistemas com nanotecnologia que reduzem para zero a emissão de resíduos na atmosfera, solo e efluentes; sistemas de aplicação de PVC em aramados e perfis de aços (para eletrodomésticos, por exemplo); sistema KTL, um tipo de pintura que beneficia o meio ambiente por não utilizar solventes e pintura de baixa temperatura com redução de emissão de gases na atmosfera.

Segundo o presidente da Anver, Danilo Malavolti, Itália e Alemanha estão na ponta da tecnologia de pinturas industriais. “A Zona Franca de Manaus utiliza sistemas de pinturas de qualidade internacional. As novidades que oferecemos podem dar um ganho de competitividade com redução de custos”, afirmou. Ele citou que alguns processos de pintura podem ter uma redução significativa do tempo de produção. “Processos de secagem em estufa, por exemplo, caem de 30 minutos, 40 minutos para apenas 3 minutos”.

Malavolti não descarta a possibilidade de o segmento trazer além da tecnologia, plantas industriais também da Itália. “Isso depende muito do interesse das indústrias instaladas aqui no PIM”.