Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Jornalistas se unem pelo asfaltamento da BR-319

Notícias

Jornalistas se unem pelo asfaltamento da BR-319

Com cerca de 20 carros e pelo menos 80 pessoas, a caravana de “Jornalistas pela BR-319”saiu de Porto Velho (RO) e percorreu a estrada em 48 horas, anotando todos os problemas encontrados pelo caminho.
publicado: 14/07/2017 12h00 última modificação: 14/07/2017 13h20

Com cerca de 20 carros e pelo menos 80 pessoas, chegou em Manaus, no final da tarde da quinta-feira (13), a caravana de “Jornalistas pela BR-319”, que saiu de Porto Velho (RO) na última terça-feira e percorreu a estrada em 48 horas, anotando todos os problemas encontrados pelo caminho.

A caravana, que contou com apoio logístico do Exército Brasileiro, foi recebida no posto de fiscalização da SUFRAMA, na zona Sul da cidade, próximo ao Porto da Ceasa. O superintendente adjunto de operações da autarquia, Bruno Lobato, destacou a importância da BR-319 para a região. “Qualquer iniciativa que melhore a logística na Amazônia tem que ser exaltada. Hoje nós escoamos nossa produção e trazemos componentes via fluvial e aérea sem problemas, mas a via terrestre ainda é uma opção bem complicada. O asfaltamento da estrada seria, com certeza, uma excelente notícia para toda a região”, disse Lobato, citando uma das principais reivindicações da caravana.

Pavimentação
As atividades de manutenção da rodovia estão liberadas pela Justiça, incluindo a recomposição de aterro, do revestimento primário, a limpeza das laterais da pista, a reforma e substituição de pontes de madeira, além da troca dos bueiros rompidos, mas ainda não há previsão para liberação do asfaltamento. “Nessa caravana nós anotamos todos os pontos críticos e vamos repassar ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (Dnit), para que atue com agilidade nas áreas mais afetadas. Recuperando a trafegabilidade daremos um grande passo rumo ao asfaltamento”, aposta o presidente da Associação dos Amigos e Defensores da BR-319, André Marcílio.

O comandante da 12ª Região Militar, general Carlos Alberto Mansur, parabenizou a todos os participantes da caravana e lembrou que a estrada recuperada também será de grande importância para as Forças Armadas. “A 12ª RM é responsável direta pelas atividades logísticas do Exército nesta região e uma estrada em condições seria um salto considerável de qualidade no desempenho destas funções”, explicou o comandante, que também relembrou todas as atividades de construção e recuperação da estrada desenvolvidos pelo Exército ao longo dos últimos 40 anos.

registrado em: ,