Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministro do Desenvolvimento de Cingapura visita CBA

Notícias

Ministro do Desenvolvimento de Cingapura visita CBA

País pode investir em biotecnologia na Amazônia.
publicado: 11/01/2010 00h00 última modificação: 09/05/2016 17h30

O polo de Bioindústria poderá ganhar novo reforço no processo de consolidação na região Amazônica. Nesta segunda-feira (11), no Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), o superintendente em exercício da Zona Franca de Manaus, Oldemar Ianck, reuniu-se com uma delegação formada por representantes do governo de Cingapura e liderada pelo ministro do Desenvolvimento Nacional daquele país, Mah Baw Tan, para tratar sobre oportunidades de negócios na área de Biotecnologia.

Em sua primeira visita à Amazônia, o ministro de Cingapura teve a oportunidade de conhecer o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), os números expressivos conquistados pelo Polo Industrial de Manaus (PIM), bem como as ações desenvolvidas pela SUFRAMA na Amazônia Ocidental (Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima) e nos municípios de Macapá e Santana, no Amapá, com prioridade para projetos voltados ao desenvolvimento de áreas estratégicas para a região.

Durante o encontro também foi abordado sobre o processo de funcionamento do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), criado mediante o Programa Brasileiro de Ecologia Molecular para Uso Sustentável da Biodiversidade da Amazônia (Probem Amazônia) com o objetivo de promover a inovação tecnológica de processos e produtos mediante a exploração sustentável da biodiversidade amazônica.

O ministro Mah Baw Tan mostrou-se satisfeito com o resultado da reunião e disse estar otimista com relação à viabilização de parcerias entre o governo de Cingapura e a SUFRAMA. “A impressão que tenho da SUFRAMA e do CBA é a melhor possível de forma que posso visualizar de maneira clara oportunidades de negócios no futuro”, declarou o ministro, ressaltando ainda que sempre teve o interesse em conhecer a Amazônia, que é mundialmente conhecida pela riqueza da fauna e flora.

De acordo com o superintendente em exercício da SUFRAMA, Oldemar Ianck, “Cingapura possui um programa de Biotecnologia, por isso, da importância da visita do ministro (Mah Baw Tan) no sentido de abrir caminho para o processo de cooperação técnica entre os dois países de maneira a contribuir para o desenvolvimento dessa área, apontada como estratégica para a região”. Além disso, Ianck frisou que a vinda do ministro reflete a ampliação do processo de internacionalização das relações institucionais da SUFRAMA.

A reunião no Centro de Biontecnologia da Amazônia também contou com a participação do superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da autarquia, Elilde Mota de Menezes, além de representantes da diretoria executiva e pesquisadores do CBA.