Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novo porta-contêiner chega a Manaus para navegação de cabotagem

Notícias

Novo porta-contêiner chega a Manaus para navegação de cabotagem

Ministro da Infraestrutura participou do evento, que deve desenvolver a cabotagem no Polo Industrial de Manaus.
por Layana Rios publicado: 14/11/2019 20h00 última modificação: 18/11/2019 13h04

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), representada pelo superintendente Alfredo Menezes, participou, nesta quinta-feira (14), da solenidade que marcou a chegada do navio porta-contêiner da Log-In Logística Intermodal, o Log-In Polaris, ancorado no Porto Chibatão. A solenidade contou também com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, entre outras autoridades.

O diretor de operações da Log In, Mauricio Trompowsky, explicou que o direcionamento estratégico da empresa sempre foi o desenvolvimento da cabotagem e o fortalecimento da marinha mercante brasileira. “Temos um projeto totalmente adequado à cabotagem do Brasil. Estamos a bordo de um navio que chega para contribuir com o crescimento da cabotagem, para a rede nacional e para o desenvolvimento do nosso País de maneira mais segura, mais eficiente e mais sustentável”, afirmou. A cabotagem é a navegação entre portos marítimos do mesmo país, sem perder a costa de vista.

Durante a solenidade, o superintendente Alfredo Menezes destacou três grandes desafios da Amazônia. “Temos (como desafios) o meio ambiente, a infraestrutura e a logística. O que estamos vendo aqui hoje é um desses desafios sendo aperfeiçoado. Sabemos da importância que tem a cabotagem para o nosso Polo Industrial de Manaus, para o sucesso desse empreendimento tão importante para o Brasil e para a região”, disse.

O ministro Tarcísio Gomes afirmou que o momento é de buscar expandir o potencial da cabotagem no Brasil. “Temos uma cabotagem que está crescendo a 18% ao ano e tem potencial para crescer 30% ao ano”, afirmou. Segundo ele, a cabotagem não cresceu ao longo do tempo em função restrições impostas no estímulo à indústria naval. “Nós fizemos uma reavaliação dessa política pública e estamos liberando esse segmento da cabotagem para que possamos trazer embarcações estrangeiras a preços mais baixos, também estamos atuando em outros fatores de custos, como tributo, combustível, tripulação, para tornar esse transporte mais competitivo e vamos ter novas formas de afretamento para aumentar a oferta de cabotagem no Brasil”, explicou.

Na ocasião, o ministro também falou sobre o início da pavimentação da BR-319. “Começa ano que vem nos primeiros 52 quilômetros a partir do Careiro e em 2021 na extensão inteira”, disse. Gomes também anunciou o leilão do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. “O aeroporto de Manaus vai compor o bloco Norte, junto com outros aeroportos da região. É um aeroporto muito relevante, tanto em transporte de passageiros, quanto de cargas”, afirmou. A previsão do leilão é outubro de 2020.

Log-In Polaris
O navio Log-In Polaris foi construído pelo estaleiro chinês CSSC Guangzhou Wenchong Shipyard e tem capacidade para transportar 600 contâineres refrigerados (2.700 TEUs). Segundo informações da empresa, a nova embarcação tem os mancais do eixo propulsor resfriados e lubrificados com água ao invés de óleo lubrificante. Também economiza o consumo de combustível por meio da pintura do casco com fricção reduzida e pela potência do motor principal adequada à velocidade de operação da cabotagem. O investimento total com a embarcação foi de R$ 152 Mi.

A Log-In Logística Intermodal atua na criação de soluções logísticas integradas para movimentação de cargas na cabotagem no Brasil e no Mercosul, por meio marítimo, complementado por ponta rodoviária para serviços porta a porta, bem como pela movimentação portuária e armazenagem de carga através de terminais marítimos e intermodais terrestres.

registrado em: ,