Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novo SIMNAC já apresenta dados positivos

Notícias

Novo SIMNAC já apresenta dados positivos

Após dez dias da implantação oficial do novo Sistema de Ingresso de Mercadoria Nacional pela Suframa, ocorrida no dia 21 de outubro, a Autarquia contabilizou alguns resultados que demonstram que, após as dificuldades iniciais, o sistema já apresenta dados satisfatórios.
por Márcio Gallo publicado: 31/10/2019 17h21 última modificação: 31/10/2019 19h33

Após dez dias da implantação oficial do novo Sistema de Ingresso de Mercadoria Nacional (SIMNAC) pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), ocorrida no dia 21 de outubro, a Autarquia contabilizou alguns resultados que demonstram que, após as dificuldades iniciais, o sistema já apresenta dados satisfatórios.

Segundo a Superintendência Adjunta de Operações (SAO), responsável pela área de controle de mercadorias e cadastro, desde a implantação do SIMNAC foram solicitados por empresas remetentes (instaladas fora da região incentivada) 72.360 protocolos de ingresso de mercadorias (PIMs) na Zona Franca de Manaus (ZFM), sendo 56.558 confirmados por empresas destinatárias (instaladas dentro da área incentivada). Além disso, já foram vistoriados 1.204 PIMs, o que significa dizer que este é o quantitativo de mercadorias que já estão incentivadas.

Outro dado relevante refere-se aos principais remetentes (fornecedores) do País, com destaque para São Paulo, que representa 40% dos fornecedores para a Zona Franca de Manaus, seguido de Santa Catarina (8%), Rio Grande do Sul (7%), Minas Gerais e Pernambuco (6%), Paraná (5%), Pará e Goiás (4%), Ceará e Amazonas (3%) e outros (14%).

O destino das mercadorias ingressadas na Zona Franca de Manaus divide-se em Amazonas (46%), Rondônia (21%), Amapá (16%), Roraima (10%) e Acre (6%).

Para o superintendente adjunto de Operações, Luciano Tavares, "apesar das ocorrências iniciais verificadas quando da implantação do SIMNAC, a média de registros do novos sistema supera o que era apresentado pelo sistema anterior (WSSINAL). Entendemos que os transtornos ocasionados aos usuários dos serviços prestados pela Suframa causaram inquietações e pedimos desculpas pelo ocorrido. Ressaltamos o compromisso da Autarquia com a sociedade e colocamos toda a equipe técnica à disposição para superarmos juntos esse período de mudança que visa, justamente, a proporcionar um serviço cada vez melhor a todos os usuários dos sistemas da Suframa".