Você está aqui: Página Inicial > Notícias > PIM encerra semestre com faturamento de R$ 37,8 bi

Notícias

PIM encerra semestre com faturamento de R$ 37,8 bi

Média mensal de trabalhadores no semestre ficou em 111.902.
por Márcio Gallo publicado: 20/08/2015 15h51 última modificação: 01/02/2016 17h12

O faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) alcançou R$ 37,8 bilhões (US$ 12.7 bilhões) no primeiro semestre do ano, o que representa um recuo de 8,42% em real e 28,85% em dólar na comparação com mesmo período de 2014, quando o faturamento registrado foi de R$ 41,3 bilhões (US$ 17.9 bilhões). Os dados apurados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) foram compilados a partir de informações repassadas à autarquia pelas empresas incentivadas do parque fabril manauara e compõem os Indicadores de Desempenho do PIM.

Dentre os subsetores de atividades do parque industrial de Manaus, o segmento Eletroeletrônico segue com a maior fatia de faturamento do PIM, com 29,5% do total. Em seguida aparecem os polos de Duas Rodas (17,88%), Bens de Informática (16,57%), Químico (13,16%), Metalúrgico (4,83%) e Mecânico (4,44%). Outros segmentos, juntos, acumulam 12,48% do total faturado no Polo.

Ainda em relação aos subsetores, aqueles que apresentaram maior variação positiva – em moeda nacional – quando comparado aos primeiros seis meses do ano passado foram o Naval (86,61%), Vestuário e Calçados (18,61%), Bens de Informática do Polo Mecânico (18,15%) e Ótico (13,77%). Em moeda americana, o único que apresentou crescimento foi o setor Naval (43%).

Destaques
Com acréscimo de produção, quando se compara com os meses de janeiro a junho do ano passado, alguns produtos fabricados pelas empresas locais se destacaram. Dentre os principais estão o Home Theater (107,17%); Discos Blu-Ray (87,51%); Condicionador de Ar de Janela (33,32%); Aparelhos Reprodutores de Áudio MP3/MP4 Portáteis (31,52%); Gravador e Reprodutor de DVD e Blu-Ray (29,57%); Condicionador de Ar Split (23,33%); e Bicicletas, inclusive Elétricas (14,78%).

Em relação à mão de obra efetiva, temporária e terceirizada do Polo Industrial de Manaus, o mês de junho de 2015 encerrou com 104.307 pessoas diretamente empregadas e média mensal de 111.902 trabalhadores no semestre. Os dados mostram variação negativa na comparação com o mês de maio deste ano, quando o número de postos de trabalho ocupados era de 107.623. Em junho de 2014, a mão de obra no PIM havia alcançado 120.243 pessoas empregadas.

“O primeiro semestre se encerra com números que refletem o atual cenário econômico do País, mas vale ressaltar que os empregos não apresentam declínio compatível ao recuo de faturamento registrado para o período. Isso mostra que os investidores têm evitado a dispensa de funcionários por confiarem em uma recuperação da economia ainda para este ano, o que pode significar a retomada dos índices de produção. Historicamente o segundo semestre do ano, no Polo Industrial de Manaus, é mais forte que o primeiro”, ponderou o superintendente, em exercício, da SUFRAMA, Gustavo Igrejas.