Você está aqui: Página Inicial > Notícias > PIM fatura R$ 28,4 bilhões de janeiro a maio de 2016

Notícias

PIM fatura R$ 28,4 bilhões de janeiro a maio de 2016

Resultados apurados nos cinco primeiros meses do ano mostram queda no balanço de faturamento e empregos e aumento das exportações
por Layana Rios publicado: 11/07/2016 11h40 última modificação: 11/07/2016 11h40

O Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou faturamento de R$ 28,4 bilhões entre os meses de janeiro e maio deste ano, o que representa uma diminuição de 11,36% em relação ao mesmo período de 2015 (R$ 32 bilhões). Em dólar, o faturamento no intervalo foi de US$ 7.6 bilhões, montante 29,85% menor que o apurado no mesmo período do ano passado (US$ 10.9 bilhões). Os dados estão sintetizados nos Indicadores de Desempenho do PIM, divulgados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) em seu portal – http://www.suframa.gov.br.

Nos cinco primeiros meses deste ano, as exportações apresentaram crescimento de 4,61% em relação ao mesmo intervalo de 2015, totalizando R$ 748,5 milhões.

O segmento Eletroeletrônico (inclusive Bens de Informática) continua sendo o principal subsetor do PIM, somando faturamento de R$ 13 bilhões, o que representa 45% do faturamento total do Polo. Em seguida, vêm os segmentos de Duas Rodas, com participação de 15,6%, e Químico, com 15,27% de participação.

Na comparação de janeiro a maio de 2016 com o mesmo período do ano passado, apresentaram crescimento no faturamento, em moeda nacional, os segmentos de Bens de Informática do Polo Mecânico (135,48%); Madeireiro (37,14%); Beneficiamento de Borracha (28,95%); Brinquedos – exceto Bens de Informática (25,33%); Têxtil (23,81%); Isqueiros, Canetas e Barbeadores Descartáveis (10,45%); Metalúrgico (4,62%); Relojoeiro (3,40%); Químico (3,13%); e Naval (2,41%).

No mesmo período comparativo, tiveram crescimento, entre os principais produtos fabricados pelo PIM, os microcomputadores desktops (209,32%), seguidos de rádios e aparelhos portáteis de gravação de áudio – tipo mp3, mp4 – (49,11%), lâminas e cartuchos (13,65%) e microcomputadores portáteis (1,58%).

Em maio, o PIM empregou 82.068 trabalhadores, somando mão de obra efetiva, temporária e terceirizada. A média mensal de 2016 relativa ao período de janeiro a maio ficou estabelecida em 84.423 postos de trabalho.

Para o superintendente da SUFRAMA, em exercício, Marcelo Pereira, a expectativa da autarquia é de que os números do Polo Industrial de Manaus possam apresentar melhoria a partir do segundo semestre de 2016. “Estamos em um ano desafiador, que tem apresentado oscilações no ambiente de negócios, e isso impacta diretamente na indústria. Ainda assim, temos resultados positivos a comemorar. As exportações estão crescentes e isso vem ao encontro do que que a SUFRAMA está tentando construir. Fomentar as vendas dos nossos produtos no exterior é uma ação fundamental na busca por tentar dinamizar a atividade industrial do PIM e essa é uma alternativa que temos que continuar trabalhando intensamente”, afirmou Pereira.