Você está aqui: Página Inicial > Notícias > PIM fecha semestre com faturamento em alta

Notícias

PIM fecha semestre com faturamento em alta

Parque industrial faturou R$ 37,2 bilhões até junho de 2013.
por Diego Queiroz publicado: 05/08/2013 17h43 última modificação: 19/02/2016 13h53

O Polo Industrial de Manaus (PIM) faturou R$ 37,2 bilhões no primeiro semestre de 2013, um crescimento de 11,45% em relação ao mesmo período do ano passado (R$ 33,4 bilhões). Em dólar, o faturamento também foi positivo, alcançando US$ 18.3 bilhões – variação de 2,26% em relação ao primeiro semestre de 2012 (US$ 17.9 bilhões).

Em relação aos empregos, o PIM encerrou junho com 117.028 trabalhadores, incluindo efetivos, temporários e terceirizados. Em comparação ao mês imediatamente anterior, a variação foi positiva em 0,48%. A média mensal de mão-de-obra empregada no primeiro semestre do ano foi de 117.720 trabalhadores, segunda melhor marca do PIM para o período, inferior apenas a 2012 (média mensal de 118.324 trabalhadores no primeiro semestre).

Mesmo tendo no mercado interno seu principal foco, as indústrias incentivadas da Zona Franca de Manaus tiveram destaque nas exportações, totalizando, no primeiro semestre deste ano, o montante de US$ 407 milhões. Foi o melhor resultado em vendas externas desde 2010.

Segmentos em ascensão
O segmento Eletroeletrônico segue com trajetória positiva no ano, sendo influenciado de forma decisiva pelo aumento na produção e venda de bens de informática. O faturamento do setor nos primeiros seis meses de 2013 totalizou R$ 17,869 bilhões, o que representa crescimento de 18,21% em relação ao mesmo período de 2012.

O setor Termoplástico teve faturamento de R$ 1,789 bilhão, com crescimento de 11,45% em relação ao primeiro semestre de 2012; Mecânico faturou R$ 1.689 bilhão e cresceu 51,98%; Químico, R$ 4.632 bilhões e crescimento de 14,27%; e o segmento de Isqueiros, Canetas e Barbeadores Descartáveis fechou o semestre faturando R$ 802,372 milhões (8,42% de crescimento).

Principais produtos
A produção de tablets, de janeiro a junho deste ano, foi de 1,138 milhão de unidades, resultado que supera em quase seis vezes a produção de todo o ano passado (197.616 unidades). Os microcomputadores também tiveram aquecimento no semestre. No caso dos computadores de mesa (desktop), foram fabricadas 214.915 unidades, com crescimento de 43,32% em relação ao mesmo período de 2012. Já com relação aos microcomputadores portáteis, a produção totalizou 533.412 unidades, aumentando 46,91%.

Os condicionadores de ar do tipo split system atingiram em 2013, até junho, 1.063.271 unidades produzidas, o que sinaliza um crescimento de 165,09% em relação ao mesmo período de 2012. Os aparelhos do tipo janela também cresceram, chegando a 247.083 unidades produzidas (62,02% a mais que no mesmo período de 2012).

Outros produtos com resultados positivos de janeiro a junho deste ano foram TVs de tubo (651.857 unidades e crescimento de 25,52%), telejogos (426.610 unidades e crescimento de 56,83%), relógios de pulso e de bolso (5.839.753 unidades e crescimento de 17,14%), TVs de plasma (263.252 unidades e crescimento de 46,98%) e lâminas e cartuchos (126.231.203 unidades e crescimento de 39,16%).